seminário

I Seminário de Turismo da Floresta dos Guarás reúne cerca de 700 participantes

Além de empresários, artesãos, gestores públicos e estudantes, representantes de agências de viagem, guias turísticos e receptivos também participaram...

Além de empresários, artesãos, gestores públicos e estudantes, representantes de agências de viagem, guias turísticos e receptivos também participaram do momento inédito na região.

A cidade turística de Cururupu foi escolhida para sediar a primeira edição do Seminário de Turismo da Floresta dos Guarás, promovido pelo Sebrae Maranhão, por meio de sua unidade regional de Pinheiro, em parceria com a prefeitura de Cururupu e com o apoio das outras dez prefeituras que integram a região do Litoral Ocidental Maranhense.

O evento, que ocorreu na última semana, reuniu no auditório do Palácio das Festas, uma plateia formada por cerca de 700 participantes, composta principalmente por atores do turismo local, que tiveram a oportunidade de assistir palestrantes renomados no setor do turismo. Além de empresários, artesãos, gestores públicos e estudantes, representantes de agências de viagem, guias turísticos e receptivos, tambémparticiparam do momento inédito na região.

Com início na tarde da última quinta-feira (16) e seguindo até sexta-feira (17), o seminário contou com a presença do secretário adjunto de turismo do estado do Maranhão, Hugo Paiva, do diretor superintendente do Sebrae no Maranhão, João Martins, da gerente regional do Sebrae em Pinheiro, Graça Fernandes, do gerente da unidade de Turismo, Cultura e Eventos do Sebrae Maranhão, Luís Walter Muniz, vice-prefeitos, secretários municipais e dos  prefeitos Osvaldo Gomes, Ismael  Monteiro e da anfitriã do evento Professora Rosinha, das cidades de Guimarães, Central do Maranhão e Cururupu, respectivamente.

“O Sebrae sempre viu no turismo um ponto de partida importante para dinamizar a economia do Litoral Ocidental, vemos nesta região muito potencial para gerar riqueza a partir das belezas naturais e dos fazeres culturais próprios. Riquezas essas que podem ser trabalhadas e melhorar a qualidade de vida dos 180 mil maranhenses, que vivem nos onze municípios que integram o Litoral Ocidental. Por isso o I Seminário de Turismo da Floresta dos Guarás, foi idealizado pela instituição para marcar, oficialmente, a sua contribuição no processo regional de desenvolvimento por meio do turismo”, garantiu Martins.

Caravanas de todas as cidades que integram o Polo Floresta dos Guarás estiveram presentes. Foram representados os municípios de Central do Maranhão, Cedral, Guimarães, Alcântara, Bequimão, Porto Rico do Maranhão, Mirinzal, Serrano, Bacuri e Apicum Açu, além das ilhas e zona rural de Cururupu, que trouxeram para exposição a produção artesanal de artistas locais, como maneira de valorizar e apoiar o potencial artístico que o Litoral Ocidental oferece, não apenas para o turismo da região, mas de todo o estado.

“O município de Cururupu se sente honrado em ter sido o escolhido para sediar um evento dessa magnitude, temos certeza de que após esse seminário o turismo na região só irá crescer, impulsionando o desenvolvimento e consequentemente melhorando a vida das pessoas, não apenas de Cururupu, mas de toda a região”, projetou a prefeita Rosinha.

O secretário adjunto estadual de turismo, Hugo Paiva, fez questão de destacar a importância do seminário para o crescimento sustentável do turismo na região. “Esse evento será sem dúvida nenhuma um divisor de águas quando o assunto for turismo no litoral ocidental maranhense e o governo do estado não poderia deixar de participar deste momento tão importante para este território”, disse Paiva.

Houve espaço ainda para que os empresários da cadeia turística acessassem serviços de crédito específicos, disponibilizados por diversas instituições financeiras parceiras, que participaram do dia de crédito.

O I Seminário de Turismo da Floresta dos Guarás foi resultado do Programa Liderança para o Desenvolvimento Regional (Lider), executado pelo Sebrae desde o ano passado nos onze municípios do Litoral Ocidental, visando a organização da governança em favor do desenvolvimento territorial, com a aproximação do poder público, entidades empresariais, empreendedores urbanos e rurais e sociedade civil organizada dos municípios participantes.

VISITAS TÉCNICAS

Como parte da programação do segundo dia do seminário, dois grupos realizaram visitas técnicas a potenciais destinos turísticos da região. O primeiro grupo seguiu até a zona rural do município de Mirinzal, onde conheceram por meio do turismo de experiência, toda a vivencia da comunidade quilombola de Frechal, uma das mais tradicionais da região.

O outro grupo, formado especificamente por agentes de turismo, guias, jornalistas e investidores, embarcou em uma aventura até a ilha de Guajerutiua, uma das mais belas da costa ocidental maranhense, onde vivenciaram uma experiência única.

“A nossa ideia foi mostrar a estes empresários todo o potencial que existe na região, com suas belezas, povo hospitaleiro, gastronomia, fauna e flora diversificada, na tentativa de atrair investimentos para a região de maneira sustentável, provando que os atrativos do litoral ocidental são tão bons quanto de outras regiões do estado”, afirmou Graça Fernandes, gerente regional do Sebrae em Pinheiro, que atende a região.

VER COMENTÁRIOS

Artigos relacionados