Advogada espancada por irmão do prefeito de Pinheiro presta depoimento na Delegacia da Mulher; agressor está foragido

A advogada Ludmila Rosa Ribeiro da Silva, que foi espancada brutalmente pelo irmão do prefeito de Pinheiro, prestou depoimento à delegada Wanda Moura Leite, da Delegacia Especial da Mulher, na manhã desta segunda-feira (13). Ela contou todos os detalhes da agressão sofrida e das ameaças que vem recebendo.

Lúcio André Silva Soares chegou a ser preso, logo após as agressões, no sábado (11) à noite, sendo levado ao Plantão do Cohatrac. O registro da ocorrência foi feito às 2h34 da madrugada de domingo (12).

Após pagar uma fiança de R$ 4.685,00, Lúcio André foi colocado em liberdade pelo delegado Valber Braga.

Indignado com essa situação, o MP entrou com ação para revogar o pagamento de fiança e soltura do agressor. O juiz Clésio Cunha acatou o pedido do MP, por volta de 23h de domingo (12), e determinou a prisão preventiva de Lúcio André.

Até o momento, a polícia não conseguiu localizá-lo. Informações que chegam ao blog dão conta que o mesmo estaria tentando conseguir um habeas corpus para não ser preso.

Gilberto Lima

Comente