Logo
  • Após parecer jurídico, Leonardo Sá, tem pedido de licença negado pela Câmara.

    O
    vereador Leonardo Sá ao assumir a direção geral do hospital regional Dr Jackson
    Lago, deu entrada no ultimo dia 02/10 na câmara municipal de Pinheiro no pedido
    de afastamento do legislativo por tempo indeterminado, para assumir a gestão
    dessa importante casa de saúde.

    Após um parecer jurídico bastante prolongado concluiu que a decisão de acatar
    ou rejeitar seria prerrogativa do presidente do parlamento municipal.
    Compartilhando responsabilidades o presidente da casa legislativa colocou em
    votação o pedido de afastamento do vereador Leonardo Sá, no
    entanto a mesa diretora da Câmara Municipal de Pinheiro rejeitou-o o pedido.

    Com
    os votos dos vereadores Stelio Cordeiro, Augusto Vinicius, Valter Soares e do
    Presidente Jaelson o pedido foi rejeitado e enquanto o cargo fica sem titular,
    a câmara está com apenas quatorze vereadores. O que nos leva a crer que o
    vereador Leonardo Sá irá entrar com medidas judiciais nas próximas horas.

    Caso o afastamento de Leonardo venha a acontecer, fica a pergunta quem vai
    assumir o cargo? Já que foi levantada a questão de que alguns suplentes
    trocaram de partido e teriam perdido a vaga.
    O primeiro suplente diplomado pela justiça eleitoral, e que já assumiu por duas
    vezes a cadeira na câmara neste mandato é o Albininho, que já está
    providenciando um mandado de segurança para garantir a vaga.

    Com informações do blog A Hora da Verdade

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!