Logo
  • Assentados de Central do Maranhão, serão beneficiadas com os créditos Fomento e Fomento Mulher, aplicados pelo Incra.


    Superintendente do Incra/MA, George de Melo Aragão, e o prefeito de Central, Ismael Monteiro

    As famílias assentadas no município de Central do Maranhão, localizado no Litoral Ocidental maranhense, serão beneficiadas com os créditos Fomento e Fomento Mulher, aplicados pelo Incra. A parceria entre a autarquia e a prefeitura do município foi oficializada por meio da assinatura de acordo de cooperação técnica, na manhã desta terça-feira (13).

    Além da aplicação das modalidades do Crédito Instalação, o acordo também contempla a realização de atualização cadastral. Na última sexta-feira (9), o Incra publicou a Norma de Execução nº 119/2018, que regulamenta os procedimentos operacionais e administrativos para acesso dos beneficiários da reforma agrária aos créditos.

    No município de Central do Maranhão estão localizados três assentamentos criados pelo Incra, totalizando 398 famílias beneficiadas. São eles: Abelardo Ribeiro (333), Torrão Muquem (28) e Muritituba (37). As áreas de reforma agrária serão atendidas com assistência técnica oferecida pela prefeitura, o que resultará na elaboração de projetos de estruturação da unidade produtiva e projetos técnicos, de acordo com a aptidão da região e do assentado.

    “Nosso município se destaca na produção de farinha e melancia, acredito que teremos muitos projetos voltados para o plantio de mandioca”, avaliou o prefeito de Central do Maranhão, Ismael Monteiro Costa.

    O gestor também explicou que o município vai realizar uma verificação de consumo das escolas públicas e hospitais. “Faremos esse levantamento com a ajuda de uma nutricionista. De posse dos dados poderemos selecionar os produtores e direcionar a produção deles para atender esses locais, garantindo assim a compra do que for produzido”, disse.

    O superintendente do Incra/MA, George de Melo Aragão, frisou a importância da aplicação dos créditos Fomento e Fomento Mulher para os assentados. “Com os recursos disponibilizados, as famílias darão um estímulo à produção, garantindo a segurança alimentar e consequente aumento da renda”, afirmou.

    A modalidade Fomento tem o valor de até R$ 6,4 mil, dividido em duas operações de até R$ 3,2 mil por família assentada. Já o Fomento Mulher tem o valor de até R$ 3 mil, em operação única, por família assentada.

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!