Logo
  • Baixada Maranhense terá Polo de Empreendedorismo Rural

    Superintendente do Sebrae, João Martins e o
    Reitor da Uema, Gustavo Costa, fecham parceria.
    Um Acordo de Cooperação
    Técnica foi assinado entre o Sebrae e o Governo do Estado, por meio da
    Universidade Estadual do Maranhão (Uema), para a criação do Polo de
    Empreendedorismo Rural da Baixada Maranhense que entrará em funcionamento em
    breve, na Fazenda Escola da universidade em São Bento, beneficiando toda a
    região. O acordo foi celebrado na manhã de quarta-feira (23) pelo diretor
    superintendente do Sebrae no Maranhão, João Martins e o Reitor da Uema,
    professor Gustavo Costa, durante solenidade de abertura da IV Semana de
    Acadêmica de Ciências Agrárias e II Workshop de Pós-graduação das Ciências
    Agrárias que acontece até sexta-feira (25/09), no Auditório e Ciências Biológicas
    da universidade.
    Para João Martins, o Polo de Empreendedorismo Rural da Baixada
    Maranhense é um resultado em curto prazo da Feira de Agricultura Familiar e
    Agrotecnologia do Maranhão – Agritec, que aconteceu no mês de agosto, na
    Fazenda Escola da Uema em São Bento.
    O superintendente do Sebrae,
     João
    Martins e o Reitor da Uema, Gustavo Costa.
    “A Agritec, que é um evento
    do Governo do Estado, com a parceria da Embrapa, Sebrae, poder público
    municipal e apoio de outras instituições, deixou um legado para a Baixada
    Maranhense, com destaque para o entendimento, por parte do baixadeiro, da
    importância da inovação e tecnologia para o desenvolvimento das vocações
    produtivas da região. A criação desse espaço é fruto de uma articulação do
    Sebrae junto à Uema para que possamos ajudar no fortalecimento das
    potencialidades regionais, pautados principalmente no tripé gestão, inovação e
    tecnologia”,
     pontuou
    João Martins para uma plateia formada pela comunidade acadêmica de Ciências
    Agrárias da Uema, presente ao evento.
    A ideia do Polo, ainda segundo Martins, é trabalhar num primeiro
    momento, para incrementar produtos que já são tradicionais da Baixada
    Maranhense, como o queijo de São Bento; a farinha biriba de Pinheiro; o mel de
    abelha nativa (tiúba), produzida em sete municípios da região; o abacaxi de
    Turiaçu e um produto que poderá ser comercializado como o bacalhau da Baixada,
    que é a jabiraca seca ou traíra seca, desidratada sem uma técnica de manejo,
    manipulação e armazenamento adequados. Serão criados, ainda, Selos de
    Classificação Geográfica e de Denominação de Origem para que os produtos possam
    ser reconhecidos pelo consumidor como advindos da região.
    “Com mais conhecimento por parte de quem está no centro do
    processo e ferramentas de inovação e tecnologia, esses produtos ganharão um
    incremento na qualidade e valor de mercado que, certamente, darão um novo
    horizonte para a agricultura familiar e agronegócio na Baixada Maranhense. Ao
    Polo de Empreendedorismo Rural poderão ser agregadas outras atividades que são
    referência na região, como a piscicultura em Itans, onde os produtores já
    capacitados e desenvolvendo a atividade com muito sucesso podem ser
    multiplicadores de conhecimento para os demais”
    ,
    sinalizou o diretor superintendente do Sebrae.
    O Reitor da Uema, Gustavo
    Costa, reiterou a fala de Martins e ressaltou que a parceria com o Sebrae na criação
    do Polo de Empreendedorismo da Fazenda Escola em São Bento será a primeira de
    muitas que virão em prol da difusão do conhecimento científico para que este
    seja aplicado na prática e contribua com o desenvolvimento do Maranhão. “Este é o objetivo do Polo, que o conhecimento e as
    práticas possam ser difundidas, aplicadas, mude realidades e possa contribuir
    de maneira significativa para a melhoria de renda da população da Baixada
    Maranhense e, por conseguinte, para o desenvolvimento econômico do Estado”
    ,
    colocou Gustavo Costa.
    Após a assinatura do Acordo de Cooperação Técnica entre Sebrae e
    Uema, serão efetivadas reuniões para que a implantação do Polo de
    Empreendedorismo da Fazenda Escola em São Bento possa acontecer de maneira mais
    célere. A apresentação do espaço será feita para prefeitos da região,
    juntamente com a apresentação do Governo do Estado dos resultados da Agritec,
    que aconteceu em São Bento recentemente.

    Do Robert Lobato

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!