Logo
  • Câmara aprova o uso de armas de fogo pela Guarda Municipal de Pinheiro

    A Câmara Municipal de Pinheiro aprovou nesta quarta-feira (18) o projeto de Lei que possibilita o armamento à Guarda Municipal. O projeto segue para a sanção do prefeito Luciano Genésio.

    O projeto de Lei de autoria do executivo municipal se apoia em uma lei federal que permite o porte de arma de fogo aos integrantes das guardas municipais em cidades com mais de 50 mil habitantes.

    O vereador Elizeu de Tantan (PP), presidente da Câmara, afirma que a intenção da medida não é que a GM faça o trabalho da Polícia Militar, mas tenha capacidade de se defender e dar apoio.

    É preciso pensar na segurança do próprio agente. Não há intenção que tome o lugar da PM. A GM vai continuar atuando nas escolas, prédios públicos, parques e praças”, aponta o vereador Elizeu.

    Para portarem arma de fogo os agentes passaram por avaliação periódica de no mínimo 02 (dois) anos em 02 (dois) anos, incluindo exames toxicológicos, de modo a constatar aptidão física e psicológica para o exercício da atividade.

     

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!