Câmara de pinheiro cria comissão sobre caso Leonardo Sá

Depois de receber denuncias a mesa da
câmara de vereadores de Pinheiro resolveu abrir processo de investigação contar
vereador Leonardo Sá que teria acumulado salário indevidamente. 
A pedido da mesa, o INSS órgão ao
qual o vereador é funcionário concursado, informou à Câmara que o vereador
quando se elegeu, teria pedido e optado pelo salário do órgão federal e não o
da câmara. 
Mas, apesar disso o vereador teria
recebido o salário da câmara durante todos esses anos, sem que a mesa tivesse
conhecimento dessa opção, na denuncia o vereador acumularia os salários do
INSS, da Câmara e ainda de médico no município de Peri Mirim. 
Depois de confirmado o recebimento de
todos os salários como vereador da câmara de Pinheiro, os vereadores se
reuniram e resolveram abrir processo investigativo  sobre as  irregularidades.
O vereador tentando se livrar do
crime já cometido teria depositado na conta da câmara a quantia de R$ 140.000.00
mil reais. “Isso não o isenta do crime e nem o livra do processo que poderá
pedir a sua cassação afirmou o Advogado Diego Moura”.
Na seção de hoje dia 30, a câmara municipal
de pinheiro criou a comissão processante que vai apurar as denuncias contra o
vereador Leonardo Sá, a comissão ficou composta pelos seguintes nomes.
Presidente: Vereador- Gilmar Soares
Relator: Vereador- Beto de Ribão
Membro: Vereador- Antônio Ribeiro
                                     
                                                                      Vereador Gilmar: presidente da comissão

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *