Logo
  • Central do Maranhão 2012:Tiros, pauladas e Facadas entre partidários

    No dia 22 de setembro de 2012, às 19:00 horas no
    povoado Monte Cristo, a coligação a “força que vem do povo”, com o candidato a
    prefeito Epitácio Azevedo, apoiado pelo prefeito Irã Monteiro, realizava o
    comício político naquele povoado. A carreata do grupo Epitácio era tão grande
    que o iniciava na agrovila e os últimos carros lotados de pessoas terminavam na
    fazenda raposa.
    O grupo político “UNIDOS COM O POVO PRA CENTRAL CRESCER DE NOVO” de Benedito
    Barros, (PMDB) vinha anunciando dias atrás reunião política, no bairro de
    Estiva dos Oliveiras para realização no dia 22 de setembro.
    Ao chegar em frente a loja Acredinorte, o grupo de Epitacio apoiado pelo
    prefeito Irã Monteiro foi fechado pelas seguintes pessoas: vereador e
    candidato, Nenego; representante da coligação, Sr. Lailton; Osanilson, mais
    conhecido como Nilson de Lazildo; Ivan; Panticó; Joel; Zeca; Damião; vereador
    Ribinha; comerciante Loli; e o candidato a vereador Antonio Folhudo, que
    quebrou a maquina de um cinegrafista do grupo apoiado pelo prefeito.
    Com  as mãos dadas formando uma corrente não deixaram o primeiro
    carro passar pela avenida, fecharam as duas vias, sem deixar sequer uma pessoa
    passar. Com pedras e paus, e ate revolveres, colocaram o grupo apoiado pelo
    prefeito, para correr, ai que começou um quebra quebra de carros, quem saiu no
    prejuízo foi o grupo de Epitacio que teve o carro de som com o para brisa
    quebrado, e varias pessoas no hospital com cabeças quebrada. Incentivado pelos
    lideres, eles agiram revoltados ateando pedras e murros no grupo 20, do próximo
    prefeito Epitácio.
    Segundo uma moradora que não quis se identificar, escutara o vereador
    Ribinha, do grupo de Benedito Barros, dizer a seguinte frase, “irei mandar fechar
    avenida pra vocês não passarem.
    Este movimento de rebeldia deixou a população indignada, com isso o
    candidato e ex prefeito Benedito Barros só cai em descrédito a cada dia com o
    seu grupo. O movimento de revolta talvez tenha sido causado porque Epitacio
    Azevedo apoiado por Irã Monteiro, vem liderando a pesquisa em Central do
    Maranhão.
    Os advogados já estão tomando as devidas providencias para punir esses
    agressores. 

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!