Logo
  • Cidade de Matinha na Baixada se destaca pela produção de peixe em cativeiro

    O Município de Matinha na região da Baixada se
    destaca novamente, pela produção de Peixes. Atualmente 42 produtores trabalham
    em cinquenta hectares, mantendo uma produção média de 500
    toneladas de pescado, estabelecendo uma receita anual de até
    R$ 2,5 milhões. 
    No
    Povoado Itans, localizado na zona rural de Matinha – na Baixada Ocidental
    Maranhense – onde tem se destacado no cultivo de espécies que se reproduzem bem
    em cativeiro, como o tambaqui. Cerca de 200
    famílias estão investindo em piscicultura na
    localidade e os resultados tem sido animadores. 
    As fazendas
    antes cobertas de pastos e gado vão dando lugar á imensos lagos e grandes
    açudes, que garantem a maior produção de peixes do interior do Maranhão.
    Um dos pontos que mais chamam a atenção, na
    produção do peixe no município de Matinha é a diversidade do peixe e os tipos que
    se adaptaram bem na região, a Curimatã, o tambaqui, o Pintado, o mandi, o tambacú
    e a Tilapia, são algumas das espécies produzidas nos laboratórios e criados nos
    açudes da fazenda.
    Durante todo processo, desde a retirada dos peixes
    dos tanques, até a chegada aos supermercados, os peixes são sempre bem cuidados
    na produção nada foge ao controle de qualidade.
    O presidente
    da Associação dos Piscicultores de Itans, Adalto Pinheiro
    Gomes,  faz uma avaliação positiva e diz. “Ser piscicultor é
    muito bom” comemora, “Os resultados conseguidos aqui mostram
    que é possível viver bem e ter um salário digno em
    nossa própria casa, aproveitando os recursos que já
    temos disponíveis”, destaca.  

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!