Logo
  • Com péssimo desempenho, Fred Lobato, deixa Secretaria de Saúde de Buriti.

    Fred foi uma indicação do desprestigiado Luciano Genésio

    Fred foi uma indicação do desprestigiado Luciano Genésio

    A situação do secretário municipal de saúde de Buriti/MA, Frederico Araújo Lobato, ficou insustentável após a crise que se instalou na saúde pública municipal. Com dificuldades de conseguir imprimir alguma marcar de trabalho na área, Fred Lobato, que é natural de Pinheiro/MA, ainda teve que enfrentar uma série de paralisações dos serviços de saúde prestados à população, o que contribuiu para desgastar ainda mais sua imagem entre os buritienses.

    Para se ter uma ideia das dificuldades, no último dia 27 de janeiro, a Clínica (Hospital do Trabalhador Buritiense), conveniada até então com o município, suspendeu todos os atendimentos de urgência e emergência, o que levou a secretaria a improvisar leitos no próprio Posto de Saúde.  A justificativa da Clínica foi de atrasos em repasses e nos salários dos médicos. Além disso, funcionários do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) também cruzaram os braços por falta de pagamento. (Clique aqui e relembre).

    No último dia 01 de fevereiro, diante da gravidade dos fatos sobre a crise na saúde, a Câmara Municipal havia chamado o secretário para dar explicações. (Clique aqui e relembre).

    Enfermeiros, médicos e políticos já comentavam desde semana passada sobre a saída de Fred Lobato da Secretaria de Saúde do município.

    O Correio contatou a assessoria do Palácio Bernardo Costa Almeida (Prefeitura Municipal) que confirmou a demissão de Fred Lobato, mas afirmou que sua saída não teria ligação com os problemas na saúde, mas com planos pessoais do médico.

    Fred Lobato assumiu a secretaria no final de novembro de 2015 como indicado do suplente de deputado, Luciano Genésio, numa tentativa de aproximar a administração municipal do Governo Flávio Dino.

    Sem sucesso na empreitada, ele será substituído hoje (3) pelo técnico em enfermagem Arcelino Ramos de Oliveira Filho, 52 anos, casado, que, mesmo sendo natural de Santa Inês/MA, presta serviços e mora há mais de duas décadas em Buriti.

    Com informações de Correio Buritiense.

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!