Logo
  • Começa a aplicação da pesquisa sobre planejamento estratégico da Assembleia

                                                          Deputado Leonardo Sá foi um dos primeiros entrevistados

    Começou, nesta quinta-feira (3), a aplicação da pesquisa sobre planejamento estratégico da Assembleia Legislativa do Maranhão (Alema), envolvendo vários segmentos da sociedade, a exemplo de deputados, gestores, servidores, sindicalistas, juízes, comunitários e outros, coordenada pela Assessoria de Planejamento e Assuntos Estratégicos da Alema (Asplan), em parceria com professores da Universidade Federal do Maranhão (UFMA).

    No primeiro dia, foram entrevistados o deputado Dr. Leonardo Sá (PL), a deputada Andreia Rezende (DEM), o juiz Douglas Martins, o consultor geral da Casa, Dr. Aristides Lobão, e o presidente do Sindicato dos Servidores da Assembleia, Natanael Serejo. A assessora chefe de Planejamento e Assuntos Estratégicos, Rafaela Lago, disse que todos destacaram a decisão do presidente da Casa, deputado Othelino Neto (PCdoB), de criar o grupo Delta para realizar workshops visando à elaboração do 1º Plano de Planejamento Estratégico da Alema.

    Ela explicou que agora é a etapa das pesquisas, por amostragem.  “Serão realizadas pesquisas qualitativas e quantitativas com algumas lideranças da Alema, formadores de opinião, sociedade, deputados e servidores. Na próxima terça-feira, a pesquisa segue com outras pessoas”, contou.

    Diagnosticar

    O deputado Dr. Leonardo Sá, que é médico, por exemplo, afirmou que é importante diagnosticar para planejar e executar. “Para se fazer o tratamento e ver o que está errado, é preciso, primeiro, conhecer, para diagnosticar e impetrar o tratamento. É assim na Medicina e na administração. É preciso conhecer a realidade, planejar, ver as demandas tanto dos deputados como as demandas administrativas da Assembleia e da população.  A partir daí, com esse conhecimento, que se consiga melhorar o desempenho do Poder Legislativo”.

    O juiz Douglas Martins, titular da 8º Vara de Interesses Difusos e Coletivos da Capital, elogiou o fato da Assembleia se preocupar em planejar dentro do Poder Público. “Excelente a iniciativa da Assembleia Legislativa. O planejamento estratégico é importante para a eficiência da administração. Fico também com muita alegria em saber que, no âmbito da Assembleia, há hoje essa preocupação com a eficiência na administração pública. Existe o pensando incorreto de que a administração pública, por ser pública, não precisa de planejamento, de organização e de eficiência”, assegurou.

    De acordo com o consultor legislativo geral Aristides Lobão, a aplicação da pesquisa é fundamental para modernizar as ações da Casa. “Eu contribuí com o que eu conheço da Casa. É com muita alegria que vejo a disposição da Assembleia em traçar um plano administrativo. Investir em gestão sempre é válido”, avaliou.

                                                        A deputada Andreia Rezende também participou da entrevista

    Novas pesquisas

    O presidente do Sindicato dos Servidores da Assembleia, Natanael Serejo, foi o quarto entrevistado pelo pesquisador David Bouças. “É muito válido para mostrar como é a  Casa. Muitas vezes, os presidentes não sabem os problemas. Só se sabe dos problemas se formos ouvidos”, garantiu.

    Os professores Anderson Myranda e David Bouças, do curso de Turismo e Hotelaria da UFMA, são os consultadores para a execução da pesquisa. Neste primeiro dia, coube a Bouças aplicar as pesquisas, acompanhado da  assessora chefe de Planejamento e Assuntos Estratégicos; e dos assessores Aziz Júnior e Tereza Nunes. De acordo com eles, as entrevistas são reservadas.

    Segundo o professor David Bouças, novas etapas da pesquisa serão aplicadas. “Em um ano, queremos concluir as entrevistas e realizar o relatório com diagnóstico e indicativos do que precisa ser implantado em termos de gestão e planejamento estratégico. Será feita uma análise das falas em relação às melhorias, os pontos negativos e as demandas para o futuro. Haverá, também, a pesquisa de campo”. adiantou.

                   O juiz Douglas Martins elogiou o fato da Assembleia se preocupar em planejar dentro do Poder Público

     

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!