Logo
  • Cabo Campos cobra utilização de intérpretes na Assembleia Legislativa

    Na manhã desta quinta-feira (05), o deputado Cabo Campos (PP)
    voltou a cobrar da Mesa Diretora, a utilização de intérpretes no plenário da
    Assembleia Legislativa.
    O parlamentar destacou a importância da Assembleia
    Legislativa em proporcionar acessibilidade, sem nenhuma distinção. “Aacessibilidade é um direito fundamental e nela não
    há distinção, não poderia ser diferente em um lugar que é chamado de casa do
    povo. Este é um lugar onde não pode haver segregação, a acessibilidade tem que
    contemplar todos” ressaltou.
    Valéria Souza, tradutora intérprete da Assembleia Legislativa,
    afirmou que a atitude do deputado é fundamental para o estabelecimento de
    direitos à comunidade surda. “Agradeço o deputado Cabo Campos, que pela
    segunda vez trouxe a importância dos intérpretes de libras para à casa
    parlamentar. Ele está de parabéns por essa iniciativa” disse.
    Na oportunidade, o deputado defendeu o apoio da base parlamentar
    federal, para aprovação da legislação que enquadra como crime hediondo
    assassinatos contra agentes de segurança. Lembrou ainda dos amigos que vieram a
    óbito em combate, a exemplo do sargento Prisco, morto na antevéspera de natal.
    O deputado destacou também números alarmantes do ano passado quando dezesseis
    policiais militares  e mais dois policiais civis morreram no Maranhão.
    “Essa sangria tem que acabar”, protestou.
    O parlamentar finalizou agradecendo seus 19.298 votos, “Como
    diria minha mãe, que faleceu quando eu tinha 17 anos: ‘ingratidão tira
    afeição’. Eu não posso perder a afeição do meu povo, por isso tenho que ser
    grato”, concluiu.
    Do blog do Nilson Figueredo

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!