Logo
  • Deputado Zé Inácio propõe mais segurança em agências dos Correios

    O
    deputado Zé Inácio (PT) participou da Audiência Pública realizada ontem (01)
    para tratar sobre segurança no trabalho, ampliação e infraestrutura das
    agências, aumento do quadro de funcionários, entre outros assuntos.
    O parlamentar ressaltou que é preciso chamar atenção das
    autoridades. “O objetivo da audiência pública é tirar encaminhamentos no
    sentido de chamar a atenção das autoridades para que se tenham medidas
    concretas no sentido de diminuir os assaltos nas Agências dos Correios
    principalmente no interior do Estado”, disse. 
    O evento aconteceu no auditório Fernando Falcão e contou com a
    participação do deputado Cabo Campos, que presidiu a mesa.
    O deputado Zé Inácio (PT) destacou a importância da presença do
    deputado Cabo Campos durante a audiência pelo fato do mesmo ser presidente da
    Comissão de Segurança Pública, pauta da reunião. “Pela bagagem que o deputado
    Cabo Campos tem, e também pelo fato de ser o presidente da Comissão de
    Segurança Pública, a presença do parlamentar é fundamental aqui nesta
    audiência. Creio que ele tem muito a acrescentar aqui conosco”, disse Zé
    Inácio. 
    Em todo o Maranhão existem aproximadamente 217 agências dos
    Correios e aproximadamente 2.036 funcionários. A maior preocupação é com o
    número de atendentes, são apenas 676 e as portas que em sua maioria não são
    giratórias e não têm travas de segurança.
    Durante a audiência o diretor do Sindicato dos Trabalhadores em
    Correios da Região dos Cocais, Jubimar Araújo, denunciou o destrato com a categoria.
    “São inúmeros assaltos e violência contra os funcionários e isso prejudica
    psicologicamente esses trabalhadores”, declarou.
    Encaminhamentos
    Como encaminhamentos da audiência pública, Zé Inácio propôs
    reunião com membros do Ministério Público Federal, Ministério Público Estadual,
    Ministério do Trabalho e direção dos Correios, concurso público, além de
    criação de uma Comissão para tratar desta pauta.  

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!