Logo
  • Despacho do Delegado afirma que criança chegou em Pinheiro com vida, desmentindo Nota da Prefeitura

    Depois da omissão de socorro a mando do prefeito de Pinheiro, por parte de um médio do Hospital Materno Infantil de Pinheiro a uma criança da vizinha cidade de São Bento, a prefeitura de Pinheiro, emitiu uma nota mentirosa tentando se omitir da responsabilidade do crime cometido.

    O Despacho de Ratificação de Flagrante, emitido pelo Delegado da Policia Civil de Pinheiro, Dr. Tiago de Medeiros,  desqualifica a nota mentirosa a prefeitura, e afirma que a criança chegou sim no Hospital Materno Infantil de Pinheiro com vida.

    No despacho o Delegado confirma a determinação da direção do hospital em não receber pacientes da cidade de São Bento, e relata ainda que o médico, Paulo Roberto Penha Costa, teria dito “Se a criança morrer não é minha responsabilidade”.

    De acordo com o despacho, o impasse durou cerca de uma hora e criança morreu já no estacionamento da Delegacia após ter o pedido de socorro negado no Hospital Materno Infantil de Pinheiro.

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!