Logo
  • Domingos Curió é acusado de fornecer 92 cheques em branco para agiotas

    A
    Polícia Federal deflagrou no último final de semana a Operação Cheque em
    Branco. O nome da Operação é uma referência ao esquema de agiotagem envolvendo
    prefeitos e ex-prefeitos  que davam cheques em branco das prefeituras
     para as quadrilhas como garantia de pagamento dos empréstimos. O esquema
    ganhou destaque com os desdobramentos do caso Décio Sá, assassinado no dia 23
    de abril de 2011, num bar da Avenida Litorânea.
    Entre os envolvidos está o ex-prefeito de Turilândia,
    Domingos Curió, pai do prefeito de Governador Nunes Freire, Marcel Curió.
    Durante a Operação da PF deflagrada nesse final de semana, Curió foi conduzido
    pela PF para prestar esclarecimentos sobre  95 cheques em branco que
    estavam em poder da quadrilha de agiotas no período em que comandou a
    prefeitura.
    À época, a Policia Civil encontrou no escritório do agiota
    Gláucio Alencar, preso acusado de ser um dos mandantes do assassinado do
    jornalista Décio Sá, dezenas de cheques em branco de prefeituras.
    Na lista mais de 30 prefeitos, ex-prefeitos e empresários
    que faziam parte do esquema que desviou , segundo levantamentos da polícia mais
    de  R$ 100 milhões dos cofres públicos.
     Do Blog do Neto Ferreira.

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!