Logo
  • É caótica a situação em Pinheiro…

    Foto Pinheirinho de Açucar

    Caos é a palavra que define a situação encontrada em Pinheiro pelo recém-empossado prefeito Filuca Mendes [PMDB].

    Em todos os setores da Administração podem ser encontrados exemplos
    nada agradáveis de irresponsabilidade e falta de compromisso com o bem
    público empreendidos pela gestão do antecessor, Zé Arlindo Souza (PSB).

    Para que se tenha uma ideia, em uma ação criminosa, nem mesmo o
    servidor que abrigava os dados da Administração Municipal escapou. O
    computador foi subtraído do prédio da Prefeitura sem que se saiba o
    destino tomado. Em decorrência, o atual gestor não dispõe de nenhuma
    informação, por exemplo,sobre número de funcionários públicos lotados no
    Executivo, embora a farra de nomeação tenha sido grande no apagar das
    luzes.

    Nem os aparelhos celulares e os respectivos chips, usados pela equipe
    do prefeito anterior,foram devolvidos. E nos novos secretários
    encontraram suas pastas em estado de completo abandono, os com energia e
    telefones cortados, com mobiliário depredado e sem climatização.

    filuca3
    foto pinheirinho de açucar
    Veículos da prefeitura estão destruídos

    Na Saúde, o quadro é ainda mais grave tamanha é a depredação dos dois
    hospitais municipais, o Hospital Municipal Antenor Abreu e a
    Maternidade Nossa Senhora das Mercês [Hospital Materno Infantil]. Nos
    postos de Saúde e Laboratórios, situação idêntica. Além do lixo, baratas
    e dos centros cirúrgicos sem equipamentos funcionando adequadamente,
    faltam materiais hospitalares e até lençóis.

    Isso sem contar funcionários insatisfeitos pelo atraso nos salários e
    o estado de total desorganização. Um tomógrafo foi encontrado sem uso
    ainda na embalagem original já comprometida pelo ataque de cupins.
    Adquirido pelo então prefeito Filuca, o tomógrafo foi entregue pelo
    fornecedor ao prefeito Zé Arlindo, que ‘desautorizou’ a instalação.

    Não bastasse isso, os “ratos” do Erário Municipal em Pinheiro
    providenciaram substanciosas transferências monetárias para apaniguados e
    familiares na derradeira volta do ponteiro. No dia 31 de dezembro, por
    exemplo, agendaram para a última quarta-feira (02/01), a transferência
    de R$ 357.000,00 (trezentos e cinquenta e sete mil reais). (Veja o
    extrato). Os recursos favoreciam uma gráfica que leva o nome do santo
    padroeiro da cidade, a Gráfica Santo Inácio, registrada com o nome da
    empresa M. de Jesus Ribeiro.

    filuca5
    foto pinheirinho de açucar
     Extrato mostra valores milionários pagos a aliados de Zé Arlindo

    O extrato também mostra pagamentos oriundos da pasta da Saúde, gestão
    Graça Mendes. Boa parte dos nomes que ali aparecem são de médicos
    recém-formados, alguns na Bolívia e não detentores de CRM e outros
    concludentes do curso no último dia 13 de dezembro passado, com CRM
    emitido já no dia 17/12/12, em tempo recorde.

    Nos relatos, apurou-se que alguns deles teriam cumprido 14 plantões
    de 24 horas a partir dessa data, recebendo por isso R$ 47.000,00
    [quarenta e sete mil reais], o que equivale a R$ 3.357,00 por plantão,
    valor impraticável no mercado local, especialmente para a remuneração de
    recém-formados.
    E, além disso, a administração do inexpressivo Zé Arlindo, que só
    chegou à Prefeitura graças ao prestígio do atual prefeito Filuca Mendes,
    também “bonificou” aliados políticos com somas vultosas. Foram feitos
    depósitos nas contas do sogro e da esposa do suplente de deputado
    Luciano Genésio, candidato a vice na chapa do ex-prefeito derrotado, e
    filho da então secretária de saúde do município Graça Mendes.

    filuca4
    foto pinheirinho de açucar
    Documentos da prefeitura foram ecnotnrados nos fundos e repartições

    A soma dos depósitos chega a R$ 123.000,00 (cento e vinte e três mil
    reais), beneficiando Talvane Ribeiro Hortegal (sogro de Luciano), que
    recebeu por meio de depósito em sua conta no valor de R$ 67.500,00
    (sessenta e sete mil e quinhentos reais); Thaiza de Aguiar Hortegal
    (esposa de Luciano Genésio), por depósito em sua conta no valor de R$
    55.500,00 (cinquenta e cinco mil e quinhentos reais), todos feitos no
    último dia do mandato do ex-prefeito, em 31/12/2012.
    Com isso, Zé Arlindo repete a performance do pai de Luciano Genésio,
    Zé Genésio, quefoi afastado do cargo de Prefeito de Pinheiro no ano
    2000, sem sequer concluir o mandato, respondendo a várias ações na
    Justiça Civil e Federal, tendo seus bens bloqueados por ordem judicial.
    O prefeito Filuca Mendes já começou a tomar as providências jurídicas e administrativas.
    Medidas emergenciais

    Dentre as providências, estão: o envio à Câmara Municipal de mensagem
    de Reforma Administrativa visando a reorganização da administração
    municipal; e a edição de decretos anulando atos da administração
    anterior; convocando servidores para recadastramento; rescindindo
    contratos temporários de trabalho e exonerando comissionados da gestão
    anterior; revogando cessão e disponibilidade de servidores municipais;
    suspendendo todos os contratos firmados pela administração anterior e
    anulando termos de cessão de imóveis públicos.

    filuca2
    foto pinherinho de açucar
    Prefeito lamenta estado de leito hospitalar

    No início da semana, o prefeito pretende decretar estado de
    emergência na Saúde. No momento, está sendo feito um diagnóstico da
    situação com a coleta de dados para subsidiar a medida.
    Paralelamente, o prefeito Filuca determinou aos secretários já
    empossados a elaboração de diagnósticos de suas pastas para a
    identificação dos problemas emergenciais. O secretariado está reunido
    neste sábado, 5, tratando do assunto. O diagnóstico, segundo o Prefeito é
    uma necessidade, uma vez que no município de Pinheiro não houve
    transição.

     – Embora tenhamos nomeado
    os nossos representantes na Comissão, o meu antecessor dificultou o
    processo e o fornecimento das informações. Buscamos auxílio judicial,
    mas a medida não saiu em tempo de nos acercarmos melhor da situação do
    município e dar início ao nosso programa de trabalho e às medidas
    emergenciais – 
    declarou Filuca Mendes.

     por marco aurelio deca

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!