Logo
  • Edson Araújo pede recuperação de estrada vicinal que liga povoados de Pinheiro

    O
    deputado Edson Araújo (PSL) apresentou Indicação pedindo à Mesa Diretora da
    Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão que encaminhe expedientes ao
    governador Flávio Dino e ao secretário de Infraestrutura, Clayton Noleto,
    solicitando providências no sentido de que seja viabilizada, em caráter de
    urgência, a restauração da estrada vicinal que liga os povoados de Comporta e
    Vila Matias, pertencentes ao município de Pinheiro.
    De acordo com o deputado a recuperação dessa estrada – por onde
    circulam diariamente centenas de veículos – se constitui objeto de reiteradas
    solicitações da população formalizada pela presidente da Colônia de Pescadores
    Z –13 de Pinheiro e vereadora no município, Selma Maria Rodrigues Durans.
    “O pleito é uma necessidade urgente da população,
    considerando-se que o direito à locomoção é fundamental para o bem estar do
    povo, portanto, de interesse coletivo, ação promovedora de desenvolvimento
    socioeconômico, condições básicas indispensáveis à melhoria da qualidade de
    vida e inclusão social dos habitantes”, frisou Edson Araújo.
    Benefícios
    No Município de Pinheiro está localizada a Barragem do Rio Pericumã,
    obra que beneficia milhares de famílias ribeirinhas, com a
    perenização do Rio, bem como impede a entrada de água do mar nos
    campos alagados da região. Dentre as comunidades localizadas à margem da
    barragem, estão a Comporta e a Vila Matias, com média de 100 famílias.
    De acordo com o deputado, o único acesso a essas áreas se
    realiza por meio de uma estrada de chão, que nem piçarramento possu. Ele
    ressaltou ainda que no recente período invernoso as fortes chuvas danificaram
    parte da estrada, impedindo o acesso tanto à barragem, quanto às comunidades
    acima citadas.
    “Na tentativa de amenizar os danos causados, a população de
    Pinheiro colocou umas carradas de terra no local, medida considerada paliativa,
    pois a estrada requer um maior investimento estrutural, para se constituir uma
    obra com maior resistência”, finalizou Edson Araújo.

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!