Logo
  • Em busca de trabalho milhares de Pinheirenses viajam para outros Estados

    Milhares
    de trabalhadores de Pinheiro e da região estão sendo levados para trabalhar na
    Usina Belo Monte (Altamira –PA)e dizem por que estão saindo: “É a falta de
    trabalho na nossa região”. 
    Quem
    já foi, trabalhou e voltou, aconselha os que estão saindo e alertam para os
    perigos. Alguns que tentam a saída reclamam também da falta de material nos
    órgãos do governo, que limitam o número de emissões de documentos como a
    carteira de trabalho.
    Com
    tanta gente saindo, denúncias levaram funcionários do Ministério do Trabalho e
    emprego a fiscalizar a empresa que estar levando trabalhadores para o Pará. 
    O
    gerente da agência, seu Antônio,  disse que fiscalizaram e não encontraram
    nenhuma irregularidade. Antes da visita dos funcionários do Ministério no
    escritório da empresa, o tratamento dados aos trabalhadores, era diferente,
    garante Eurico Filho. Para outros que foram, trabalharam, ganharam dinheiro e
    realizaram os seus desejos, querem voltar de novo, é o caso de Carlos Cesar. 
    Pessoas
    de toda região querem ir, tentar e realizar sonhos. Os que vão se arriscar pela
    primeira vez, não sabem de nada e não recebem nenhuma informação, confirma
    Josué Araújo.
    Alguns
    que já saíram e adquiriram experiências, tiveram que passar por muitas partes
    do Brasil como é o caso de Jose de Ribamar. A situação das famílias que ficam
    não é nada fácil, mas, tem que ser assim, diz dona Severina.
    Mesmo
    existindo um sindicato da Construção civil, não existe nenhuma ligação dos
    trabalhadores com a entidade que levam os trabalhadores, confirmou o presidente
    José João. Para os familiares que acompanham de perto a partida do seu filho,
    esposo e pai dizem o quanto é difícil essa separação.

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!