Logo
  • Em menos de 120 dias dois adolescentes foram vitimas de latrocínio em Pinheiro.

    Guilherme
    No dia 22 de Março, uma
    dupla montada em uma moto tentou levar o celular do jovem Guilherme de 16 anos,
    que residia na barraginha, no bairro do campinho. O jovem percebendo a ação dos
    bandidos jogou o aparelho para dentro de casa. Um dos  bandidos desferiu um golpe de faca em Guilherme
    e fugiram sem levar  nada. Guilherme não
    resistiu aos ferimentos e foi a óbito.
    No início da noite de quinta
    11 de Julho, o adolescente Thiago Mineiro Navegantes de apenas 13 anos, estava sentado
    na Praça dos Moraes no Bairro do Fomento, junto com mais três amigos. Por volta
    das 20:00hs, dois elementos chegaram em uma motocicleta e anunciaram o assalto.
    Os jovens entregaram os celulares.
    Thiago
    Não satisfeitos com a ação, um dos marginais virou-se em direção dos
    garotos de efetuou um disparo que foi certeiro na cabeça do adolescente Thiago.
    O jovem foi socorrido levado para o Hospital, mas não resistiu ao ferimento.
    A intensificação da violência em Pinheiro
    provoca insegurança generalizada, e aterroriza a população. Quase todos os dias,
    a polícia registra ocorrências de furtos, assaltos e homicídios praticados
    contra pessoas comuns, qualquer cidadão pinheirense hoje vive a mercê da ação
    dos bandidos.
    Com relação a homicídios, a prática tornou-se
    rotina em Pinheiro. A droga se transformou em uma epidemia e com ela a
    crescente assustadora onda de assassinatos. Adolescentes e Jovens furtam assaltam
    e tiram vidas de inocentes.
    Chega de violência, a população Pinheirense,
    precisa de uma resposta imediata das autoridades.  Vale ressaltar que em ambos os casos citados a
    cima, a PM de Pinheiro obteve êxito e conseguiu prender os bandidos. Mas precisamos
    de uma política de prevenção urgente, para que vidas de outros inocentes não
    sejam também ceifadas.

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!