Logo
  • Em Pinheiro, alunos são liberados mais cedo por falta de água e merenda escolar

    Situação acontece Na Escola Municipal Pedro Lobato, mesmo com a confirmação dos alunos a direção da escola nega a falta de merenda.

    Estudantes da Escola Municipal Pedro Lobato, na cidade de Pinheiro na Baixada Maranhense, são liberados mais cedo das aulas por falta de água e merenda na instituição de ensino.

    Na manhã desta quarta-feira (04), a direção da escola colocou cartazes no portão informando que os alunos da referida escola, seriam liberador as 10:00h da manhã. Uma hora e meia antes do horário normal.

    A equipe de reportagem da Nova Difusora Pinheiro, esteve no local e conversou com alunos e pais de alunos. Os pais afirmam que não foram comunicados do real motivos dos alunos irem pra casa mais cedo. Já a garotada abriu a boca afirmando que o problema é a falta de água e merenda escolar.  Um verdadeiro absurdo.

    A direção da escola negou  falta de merenda escolar e afirmou que a falta de água é devido um problema na bomba do poço que abastece a unidade de ensino e que já teria sido solicitado a resolução do problema.

    O curioso é que de janeiro até agora, a Prefeitura já recebeu de repasse do Fundeb para aplicar na Educação, nada menos que R$ 19.187.713,77 milhões. Some-se a esses valores, mais R$ 24 milhões de precatórios do Fundeb, já na conta da Prefeitura. Algo em torno de R$ 43 milhões. Impossível acreditar que seja por falta de recursos que a situação chegou a esse ponto.

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!