Logo
  • Empresa acusada de receptação entrega medicamentos de procedência duvidosa em hospitais de Pinheiro.

    O prefeito de Pinheiro, João Luciano Silva Soares (PP), conhecido por Luciano Genésio, decidiu manter contrato com empresa Dimensão Distribuidora de Medicamentos Ltda apesar das denúncias apontadas pela Delegacia de Combate a Crimes de Ordem Tributária (Decooterc) do Piauí durante investigações de uma operação, deflagrada em novembro de 2011, onde policiais flagraram no deposito da empresa, vários itens e produtos roubados de dentro da Secretaria de Saúde daquele estado.

    Na época, foram apreendidos na sede da companhia soros venosos, além de várias caixas de medicamentos sem nota fiscal ou origem identificada.

    O proprietário da empresa, Jadyel Silva Alencar, continua respondendo ao processo na Justiça Federal. Se condenado, pode pegar pena de até oito anos de reclusão.

    Os contratos firmados pelo prefeito de Pinheiro, com a empresa Dimensão foi noticiado no blog do Garrone (veja aqui).

    “Santo Remédio – O novo prefeito de Pinheiro, João Luciano Silva Soares, confirmou dia 13 de janeiro dois contratos firmados com dispensa de licitação com a Dimensão Distribuidora de Medicamentos Eirelli, no valor total de R$ 1.496.692,23 e prazo de trinta dias”.

    Enquanto o processo que apura o roubo dos medicamentos tramita na Justiça Federal, a Dimensão Distribuidora segue prestando um serviço suspeito. O blog flagrou um caminhão da empresa fazendo entrega de medicamentos no Hospital Materno Infantil de Pinheiro.  Como está sendo indiciada por acusada de furtar medicamentos, a entrega dos produtos pela fornecedora vem causando uma dúvida na população pinheirense: os medicamentos entregues têm ou não procedência  duvidosa?

     

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!