Logo
  • Encontro Regional de Gestão Estratégica inicia programação em Pinheiro

    Foi aberto na manhã desta terça-feira, 6, em Pinheiro, o Encontro Regional de Gestão Estratégica: o MP contra a corrupção, com a participação de membros do Ministério Público do Maranhão de 23 municípios da Regional de Pinheiro, que estão debatendo os projetos de execução do Planejamento Estratégico do órgão ministerial, cujo ponto central são as ações voltadas para o combate à corrupção.

    Realizado nas dependências do clube Enzo Park, o evento, que é coordenado pelo procurador-geral de justiça, Luiz Gonzaga Martins Coelho, tem as presenças do corregedor-geral do MPMA, Eduardo Hilluy Nicolau; do presidente da Associação do Ministério Público do Maranhão (Ampem), Tarcísio Bonfim; de integrantes da administração superior da instituição e dos coordenadores dos Centros de Apoio Operacionais.

    PGJ destacou interiorização das ações

    Estão representados os municípios de Arari, Bacuri, Bequimão, Cândido Mendes, Carutapera, Cedral, Cururupu, Governador Nunes Freire, Guimarães, Maracaçumé, Matinha, Mirinzal, Olinda Nova, Penalva, Pinheiro, São Bento, São João Batista, São Vicente Férrer, Santa Helena, Santa Luzia do Paruá, Viana, Vitória do Mearim e Turiaçu.

    Em sua sexta e última edição no interior do estado, o Encontro Regional já foi realizado nas regionais de Balsas, Imperatriz, Santa Inês, Morros e Timon.

    Eduardo Nicolau defendeu parcerias com as comunidades

    Ao saudar os participantes, o procurador-geral de justiça destacou que o Encontro cumpre uma das metas de sua gestão, que é a interiorização das ações. “Toda a administração superior vai até as regionais do estado, permitindo o diálogo e o compartilhamento de boas práticas, evitando o isolamento e, principalmente, estendendo as mãos, em favor do trabalho coletivo em defesa da sociedade.”

    Luiz Gonzaga fez uma breve síntese dos projetos desenvolvidos em sua gestão e dos resultados já obtidos. Na oportunidade, anunciou o ato de nomeação de oito promotores de justiça substitutos, aprovados no último concurso, e que deverão ser empossados no próximo dia 3 de julho.

    O corregedor-geral do MPMA também revelou satisfação com a iniciativa e chamou a atenção dos promotores de justiça para fortalecerem as parcerias com as comunidades nas comarcas em que atuam. “Devemos estar sempre de portas abertas para a sociedade, que é quem nos paga, fortalecendo cada vez mais a instituição”, concluiu.

    Diretor-geral da PGJ apresentou dados

    O diretor-geral da PGJ, Emmanuel Soares, apresentou dados sobre a realidade do Ministério Público do Maranhão, ressaltando os investimentos em três eixos: gestão de pessoas, estrutura física e tecnologia da informação.

    Foram elencados números que colocam o MPMA nas primeiras colocações do país no que se refere a número de servidores, de sedes próprias e de ampliação da quantidade de microcomputadores. O diretor-geral informou, ainda, sobre o andamento das construções e reformas de sedes.

    Representando a Ouvidoria do Ministério Público, Rita de Cássia Baptista Moreira, o diretor da Secretaria de Assuntos Institucionais, Marco Antonio Santos Amorim, esclareceu aos participantes do encontro sobre o funcionamento da Ouvidoria e informou dados a respeito das demandas registradas no setor e os canais de contato para denúncias e reclamações. “É muito importante responder as solicitações oriundas da sociedade, que é a cada dia mais exigente.”

    O secretário de Planejamento e Gestão, Raimundo Nonato Leite, encerrou a programação da primeira parte do encontro, fazendo a apresentação do Plano Geral de Atuação do MPMA (PGA/MPMA). Ele explicou que o plano, a ser executado em 2017 e 2018, é um desdobramento do Planejamento Estratégico, cujo carro-chefe é o combate à corrupção e à sonegação fiscal.

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!