Logo
  • Família do bebê morto em hospital de Santa Helena esclarece toda a verdade do caso

    Do blog da Terra Santa
    Foto da criança morta com um curativo na
    cabeça 
    A família do bebê que
    morreu durante o parto no hospital municipal de Santa Helena resolveu
    esclarecer o caso a imprensa contando a sua versão dos fatos. Segundo a
    família, após o parto, o hospital comunicou que o bebê havia falecido e sem
    mais explicações pediu para que a família providenciasse um caixão, afirmando
    que não entregaria o corpo sem esse caixão. Após a família providenciar o que
    foi pedido, o corpo foi entregue.
    A surpresa mais triste
    para a família naquele foi no momento em que os pais foram ver de perto o bebê
    e perceberam um curativo em sua cabeça. A partir desse momento a dor, a
    tristeza e a revolta tomaram conta de toda a família. Ficou claro que o bebê
    não havia falecido de morte de complicações no parto, mas sim por pura
    irresponsabilidade da equipe médica que atendeu a mãe. As fotos cedidas pela
    família comprovam a verdade dos fatos e colocam em cheque a competência da
    equipe que atende no hospital municipal. Contra fatos não há argumentos.
    A
    notícia logo se espalhou pela cidade e um vizinho da vítima resolveu ligar para
    uma rádio local para denunciar o caso. Logo após a exposição do caso na
    imprensa, a Dra. Maria Inês Beal Vargas , diretora clínica do hospital,
    numa tentativa desesperada de defender politicamente a administração municipal
    e sua equipe, disse em uma programa de TV – produzido pela assessoria do
    prefeito Lobato – que a culpa pelo acontecido teria sido da mãe que não havia
    colaborado na hora do parto. Ainda na edição desse mesmo programa, a tentativa
    de colocar a culpa do caos na saúde do município era tão desesperada que
    chegaram a falar em fazer um protesto em frente a emissora de rádio que teria
    recebido a denúncia.
    A
    matéria completa com a entrevista da mãe e da avó da criança irá ao ar neste
    sábado no programa Balanço Geral SH da TV Rio Turiaçu, afiliada à Rede Record
    em Santa Helena.
    A
    verdade veio à tona e agora é esperar que as autoridades possam tomar alguma
    providência. A denúncia também foi encaminhada para o Conselho Regional de
    Medicina do Maranhão, mas até o fechamento desta publicação, nenhuma resposta
    foi recebida pelo blog.

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!