Logo
  • Fernando Furtado quer investigação de agiotagem em Pedro do Rosário

    O deputado Fernando Furtado
    (PCdoB) declarou, na manhã desta quinta-feira (28), que o Sistema de Segurança
    Pública do Estado precisa investigar urgentemente, também, denúncias de crimes
    de agiotagem que estariam envolvendo o prefeito da cidade de Pedro do Rosário,
    Irlan Serra.
    Para o deputado, há graves
    denúncias no município que precisam ser apuradas. “Agora, recentemente, foram
    encontrados nos cofres do Pacovan dois cheques emitidos em nome de Domingos
    Erinaldo Sousa Serra. Cheques esses no valor de um milhão e sessenta mil e outro
    no valor de um milhão e quinhentos mil. E esse jovem Domingos Erinaldo Sousa
    Serra, mais conhecido politicamente como Toca Serra, é irmão do prefeito Irlan
    Serra”, afirmou Fernando Furtado na tribuna.
    Ele acrescentou que ficou
    surpreso porque a polícia efetuou a prisão de diversos ex-prefeitos e suspeitos
    de agiotagem e não prendeu o prefeito de Pedro do Rosário, Irlan Serra.
    “Estão lá os cheques
    comprovados em nome dele, e não foi preso. Como é que um cidadão desse, que
    comete esse tipo de atrocidade, porque é atrocidade um cidadão que não tem
    posses, não tem fazenda, não é empresário para ter esse volume de dinheiro.
    Então, aqui está provado e constatado que são recursos desviados do município.
    Recursos esses que deixam a cidade sem as obras; que deixa as crianças sem a
    merenda escolar, o hospital sucateado, e a cidade sem assistência nenhuma”,
    denunciou o deputado.
    Em seu discurso, Fernando
    Furtado advertiu que o município de Pedro do Rosário corre o risco de entrar em
    colapso, a qualquer momento, porque não tem estrada vicinal e está com suas
    obras públicas totalmente paralisadas.
    O deputado disse que está
    indignado porque o prefeito Irlan Serra chegou a dizer, para uma rádio
    comunitária, que tem 30 milhões de reais para investir em Pedro do Rosário: “Eu
    não sei, só se ele está assaltando os bancos que estão sendo assaltados aí pelo
    Maranhão afora, e ele está juntando, só se for isso! Porque eu não sei de onde
    esse moço vai tirar 30 milhões para investir em obras. Então, essa é uma grande
    preocupação e aí que queria aqui pedir ao Sistema de Segurança Pública que
    prenda esse pessoal. Predam, tem que prender! Se desviou dinheiro do povo, tem
    que prender! Bandido tem que estar é na cadeia”, ressaltou Fernando Furtado, ao
    concluir seu discurso.

    3 Comentários

    1. Deputado o senhor afirma com tanta veemência que 'Estão lá os cheques comprovados em nome dele', lá aonde? Você viu? Quem viu? Nem a Polícia viu isso, caso contrário o mesmo já teria sido chamado para depor. Sendo assim, nota-se a fraqueza de suas acusações que além de levianas são extremamente irresponsáveis. Muito me admira um deputado, que mesmo sendo segundo suplente, com um público que deveria ser um tremendo de um reduto eleitoral, mas isto não ao caso, vim fazer calúnias desta natureza sem ter como provar. Quero te dizer Deputado, que a Prefeitura de Pedro do Rosário não tem medo de investigação. Quem deve ter medo de ser investigado é o Sindicato dos Pescadores, ai eu quero ver…, vai ser um efeito dominó… é sai da frente deputado…, ou o senhor vai me dizer que quem financiou sua campanha foi o papai Noel?

    2. ← SECRETARIAS ORGANIZAM HOMENAGENS À MULHERES DE SÃO JOÃO BATISTAREPRESENTANTES DA AGERP SE REÚNEM COM VEREADORES DE SÃO JOÃO BATISTA →
      DIVULGADO MAIS UM ESCÂNDALO ENVOLVENDO SEGURO DEFESO EM SÃO JOÃO BATISTA
      Postado em 11 de março de 2015 em Jailson Mendes
      
      Fernando Furtado e Edson Araújo

      A Bancada do Peixe na Assembleia Legislativa do Maranhão aumentou de um para três deputados nesta legislatura que se segue. E continua com um federal, isto porque um outro (Julião Amin) assumiu e teve o mandato cassado pelo TSE. Dos quase cinco parlamentares, dois já foram enrolados pela Justiça, sendo que o deputado estadual Edson Araújo foi investigado pela Polícia Federal e indiciado. Mas como neste país nada resulta em nada, ficou por isso mesmo e ele voltou a se reeleger, andando por aí livre, leve e solto.

      O segundo parlamentar, o suplente de deputado estadual, mas no exercício do cargo, Fernando Furtado, fraudou o Seguro Defeso e ainda nega que tenha tido participação no caso ou que tenha sido alvo de investigação. Óleo de Peroba é pouco, bobagem. Desde 2008 ele saiu fundando vários sindicatos de supostos pescadores, chegando a ser o presidente da federação dos pescadores de aquário ou de ilusão. Tanto ele quanto Edson Araújo, responsável pela criação das colônias de falsos pescadores, elevaram o número de beneficiários do esquema do seguro defeso em passe de mágica.

      Existe um caso relacionado ao deputado pescador Furtado em que o RGP dos associados ao sindicato tem a data antes da fundação da entidade, que sequer possuía CNPJ. Hoje, o mesmo sindicato, com sede em São João Batista, tem mais de 4 mil associados, incluindo pescadores que nunca olharam um caniço e não moram mas na mesma cidade. A entidade é controlada pelo vereador Dezinho, que estaria cobrando R$ 150 por declarações.

      Pesa ainda contra ‘Pescado’, ou melhor, Furtado, o golpe no Seguro-Desemprego do Pescador Artesanal, mantido pelo Ministério do Trabalho e pago na Caixa Econômica Federal. Por essa razão, em 2012 ele foi notificado pela Superintendência Regional do Trabalho e Emprego, após tomar ciência da fraude por ele praticada e por mais outros 500 pescadores de uma entidade que ele presidiu durante vários anos.

      Conforme documento em poder do Blog do Luis Cardoso, além do homem que assumiu uma vaga de deputado, dezenas de empresários, comerciantes e outros que tinham relações em outro local de trabalho, ganhando do seguro defeso. A entidade presidida pelo suplente fica na cidade de Pinheiro e teve boa parte dos seus “segurados” fora do programa, após bloqueio dos benefícios.

      Por fazer parte do esquema do partido de Flávio Dino, o suplente assumiu uma vaga, apesar da imagem de fraudador. Portanto, ao atual governo das mudanças não interessa se seu aliado é ficha suja, quadrilheiro, fraudador ou pescador de aquário e de ilusões. Basta ser aliado para ter um pedaço no céu e os produtos do mar, até porque aqui na terra eles estão com o patrimônio garantido e pretendem aumentar mais ainda nos próximos oito anos.

      Veja abaixo, a notificação cancelando o benefício do Seguro-Desemprego do Pescador Artesanal ao suplente de deputado Fernando Furtado. Matéria extraído do Blog do Luis Cardoso.

    3. Tô boba de ver como pode uma coisa dessa… vejam só, estava tão furioso, falando de escândalos, pedindo cadeia… quem sabe agora a Polícia vai atender o pedido dele, mas o endereço dessa visitinha é do próprio acusador.

      QUEM MAIS ACUSA É POR QUE TEM MUITA COISA PRA ESCONDER… QUEM DIRIA????

    Deixe o seu comentário!