Logo
  • Fórum da Baixada elabora planejamento estratégico e se reúne com Capitania dos Portos

    Uma comitiva do Fórum em
    Defesa da Baixada esteve na manhã da ultima quarta-feira, 10, na Capitania dos
    Portos onde foi recebida pelo capitão Marcos Tadashi.
    Os forenses foram para tratar sobre o funcionamento das
    embarcações que transportarem populares na região. Na semana passada, um
    naufrágio de uma canoa resultou no afogamento de quatro pessoas em um lago do
    município de Viana.
    A reunião foi considerada positiva pelo integrante do fórum,
    senhor Felipe Ângelo.
    Segundo ele, “o comandante Marcos Tadashi
    foi muito cordial com as questões colocadas pelo Fórum da Baixada no que diz
    respeito a maior fiscalização e disciplinamento do uso de embarcações enquanto
    transporte da população local, para evitar que tragédias como a ocorrida em
    Viana”
    .
    O capitão Marcos Tadashi, por sua vez, fez as seguintes
    considerações:
    – Realizamos audiências, reuniões ou “Dia de Instrução” nos
    municípios. Entretanto, não podemos radicalizar na aplicação rigorosa das leis
    e penalidades para causar um grave problema social nos municípios.
    Exemplificando: Como vamos interditar aquela lanchinha que transporta os alunos
    ou o pescador que vai ao seu ofício sem os devidos equipamentos?
    – Nós somos responsáveis por todo o ordenamento costeiro, porém,
    com as nossas ações de reuniões e treinamentos nos municípios, cabe às
    autoridades e gestões locais criarem a retaguarda e operacionalização das ações
    de segurança.
    O FDBM se manifestou em
    relação aos objetivos da reunião e na apresentação e de sua finalidade
    precípua.
    Além da questão da segurança na mobilidade lacustre, fluvial ou
    mesmo aquaviária, foi abordada também a questão das cercas nos lagos, uma
    dos fatores que causam acidentes graves com as embarcações.
    Ao final da reunião foram encaminhadas algumas
    orientações/sugestões resultantes da reunião produtiva entre o Fórum em Defesa
    da Baixada Maranhense e Capitania dos Portos, entre elas:
    – Audiência com o Ministério Público Federal para tratar da
    questão das cercas nos lagos;
    – Articular para toda a região uma legislação comum para a
    fiscalização das margens;
    – Solicitar e mobilizar as visitas da capitania aos municípios;
    – Estabelecer parceria com a Capitania para que a realização das
    ações do “Dia de Instrução” conte com a participação do Fórum em Defesa da
    Baixada).

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!