Logo
  • Governadora Roseana entrega novo Centro Ambulatorial Diagnóstico Holandeses

    SÃO
    LUÍS – O atendimento ambulatorial do Hospital São Luís do Servidor Público
    (HSLZ) será feito a partir da próxima segunda-feira (21), em novo endereço:
    Avenida dos Holandeses, Calhau. O Centro Ambulatorial Diagnóstico Holandeses
    (CADH) foi inaugurado, na manhã desta quarta-feira (16), pela governadora
    Roseana Sarney e pelo secretário de Estado de Gestão e Previdência, Fábio
    Gondim. O espaço vai garantir mais conforto e agilidade no atendimento ao
    servidor público estadual.
    “Com
    a entrada em funcionamento desse moderno centro ambulatorial, que tenho a honra
    de entregar ao funcionalismo público de nosso Estado, servidores e dependentes
    passarão a ser atendidos imediatamente, sem precisar fazer marcação prévia, nas
    especialidades clínica médica, ginecologia e ortopedia. Nas outras áreas, o
    período máximo de espera será de 30 dias. O Centro vai possibilitar ainda a
    ampliação do número de atendimentos/mês de 10 mil para 17 mil” ressaltou a
    governadora Roseana Sarney.
    Outro
    avanço alcançado com a inauguração do espaço é que a marcação de exames e
    consultas, antes feitas sempre no primeiro dia útil de cada mês, agora pode ser
    realizada todos os dias úteis, das 8h às 17h. As consultas que precisam ser
    marcadas previamente serão agendadas, como já é rotina: presencialmente, pelo
    telefone 3311-4700 ou pela central (0800 098 1666).
    “Essa
    unidade descentralizada vai servir também para desafogar o Hospital São Luís,
    que a partir de agora será apenas para urgência, emergência, cirurgias e
    internações”, observou Roseana Sarney.
    Participaram
    da inauguração secretários de Estado, entre eles o secretário chefe da Casa
    Civil, Luis Fernando Silva; o deputado estadual Stênio Rezende, representando a
    Assembleia Legislativa; o presidente do Tribunal de Contas do Estado, Edmar
    Cutrim; o diretor-geral do HSLZ, Plínio Tuzzolo; a diretora do Centro
    Ambulatorial, Janaina Braide; o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos
    Estaduais, Cleinaldo Lopes; o presidente da Adepol, Marconi Lima; o presidente
    do Conselho de Administração do Hospital, Paulo Braide; e servidores, entre
    outros.
    Em
    seu pronunciamento, Roseana Sarney lembrou de outros avanços em favor do
    servidor nos últimos anos como a implantação da primeira fase do Plano de
    Cargos e Carreiras, que assegura a correção da distorções salariais, o resgate
    do direito do servidor a aposentadoria digna e proporciona ao Estado a
    renovação do seu quadro de pessoal com a realização de concursos públicos. “Nós
    estamos investindo neste plano, até o ano de 2015, recursos da ordem de R$ 1,6
    bilhão, em beneficio de aproximadamente 87 mil funcionários”, reafirmou a
    governadora.
    Atendimento
    O
    Centro Ambulatorial Diagnóstico Holandeses conta com dois consultórios de
    triagem de enfermagem para aferição da pressão arterial, temperatura e pesagem;
    07 consultórios médicos, com sala de espera para 150 lugares; sala de coleta de
    exames laboratoriais; sala de imobilização ortopédica (sala de gesso); sala de
    curativos e pequenos procedimentos cirúrgicos; setor de informações; marcação
    de consultas e exames com sala de espera para 152 lugares, com 5 guichês de
    marcação, além do serviço de marcação de consulta e exames via telefone, com
    cinco guichês de atendimento.
    O
    secretário Fábio Gondim observou que a mudança do ambulatório do Hospital do
    Servidor para o bairro do Calhau facilitará o acesso do servidor estadual ao
    atendimento. O serviço ambulatorial, que era prestado diretamente no Hospital
    São Luís, na Cidade Operária, deixará de funcionar a partir do dia 21 deste
    mês. Com a saída do ambulatório da sede do HSLZ, haverá complementação na grade
    de atendimento, aumento do número de leitos, serviços de unidade semi-intensiva
    e programas de prevenção.
    “O
    Hospital São Luís terá o seu número de leitos ampliado em mais 16, passando a
    ter 86 leitos”, disse o secretário Fábio Gondim, revelando também que dentro do
    processo de expansão do atendimento ao servidor, dentro de 90 dias serão
    inaugurados mais sete consultórios no Centro Ambulatorial Holandeses.
    Ele
    ressaltou que o Hospital do Servidor tem tudo que é necessário para um bom
    diagnóstico: tomografia computadorizada de última geração, ressonância
    magnética, ultrasonografia, raio X móvel e fixo, mesa cirúrgica de última
    geração e um corpo clínico, o melhor de São Luís. “O servidor pode vir buscar o
    atendimento porque este vai ser rápido e muito bom”, garantiu Gondim. 
    Acesso
    Para
    ter acesso aos serviços do Centro Ambulatoriais Diagnósticos Holandeses, o
    servidor deve apresentar o contracheque mais recente e a carteira de
    identidade. É necessário também que contribua para o Fundo Estadual de
    Benefícios dos Servidores do Estado do Maranhão (Funben). No caso de
    atendimento a dependentes, o servidor também deve levar a documentação dos mesmos.
    Melhorias
    O
    presidente do Sindicato dos Servidores Públicos, Cleinaldo Lopes, disse que o
    convênio feito com Funben está propiciando essas melhorias. “Estamos percebendo
    que o servidor está bastante satisfeito. E nós queremos que cada vez mais seja oferecido
    um melhor serviço nesta área ao servidor”, disse. O Hospital São Luís do
    Servidor Público é credenciado pelo Governo do Estado para prestação de
    serviços médico hospitalar, em diversas áreas da saúde. A unidade atende
    exclusivamente o servidor estadual que contribui para o Funben.
    O
    secretário Luis Fernando Silva, destacou que a inauguração do novo ambulatório
    é uma prova concreta da importância que o governo dispensa ao servidor público.
    “É a valorização daquele que efetivamente faz a máquina administrativa
    acontecer”, destacou. 
    Para
    Plínio Tuzzolo, diretor do Hospital São Luis, é uma satisfação inaugurar o
    ambulatório que tem espaço, uma acomodação física adequada para atender bem o
    servidor estadual. “O nosso grande problema sempre foi o ambulatório em razão
    da grande demanda de consultas mensais. Este local foi pensando para que fosse
    garantida qualidade e um ambiente humanizado e termos uma agilidade no
    atendimento aos servidores”, observou.
    *Com
    informações da Secom do Governo do Estado

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!