Logo
  • Governo apresenta ações de segurança pública e no sistema prisional para a Baixada Maranhense

    Uma serie de ações para a Segurança Pública e para o Sistema Prisional
    de toda a região da baixada foram apresentadas pelo Governo do Estado durante a
    audiência pública realizada na cidade de Pinheiro, na sexta-feira (17). A
    audiência, proposta pelo Tribunal de Justiça do Maranhão (TJ-MA) discutiu,
    ainda, soluções conjuntas para as problemáticas do sistema de segurança e
    prisional, entre os órgãos das esferas municipal, estadual, federal, executivo
    e judiciário. No espaço de debates, o Governo do Estado reafirmou o compromisso
    com o bem social e com a implantação de medidas emergenciais para as duas
    áreas.  Conclusão da obra do presídio, reposição de efetivos das Polícias
    Civil e Militar e ações operacionais foram elencadas pela SSP e Sejap.

    “É uma determinação do governador Flávio Dino, que
    estejamos empenhados em dar uma resposta rápida às ações de Segurança Pública
    em todo o estado. Estamos implantando uma nova política de Segurança Pública no
    Maranhão e de combate à corrupção, investigando e identificando quem utilizou
    dinheiro público para fins particulares, recursos estes que poderiam ser
    investidos em política pública, mas foram desviados. Continuaremos executando
    ações contundentes das forças de Segurança e vamos reforçar ainda mais a
    aproximação da polícia com a comunidade”, pontuou o secretário-adjunto da SSP,
    Saulo Everton.

    Combate às drogas

    Entre as medidas adotadas referentes à Polícia
    Militar, o comandante-geral da PM, coronel Marco Antônio Alves, afirmou que a
    PM já reforçou ações na cidade de Pinheiro. Homens do Comando de Policiamento
    Especializado (CPE) estão no município deflagrando ações. Na próxima semana,
    será intensificado o combate ao tráfico de drogas e as práticas criminosas que
    ocorrem na cidade de Pinheiro e região. As incursões acontecerão em todos os
    municípios da baixada. O comandante-geral da PMMA determinou ao Comando de
    Policiamento de Área do Interior V (CPAI) que intensifique as abordagens na
    área do Cujupe, local de grande movimentação de pessoas que utilizam o
    ferryboat. Blitz de trânsito, trabalho com inteligência e reforço policial nas
    áreas urbana e rural também executadas em toda a cidade de Pinheiro e demais
    cidades.

    Além de ações operacionais, o comandante-geral informou que as obras
    para a construção do novo 10º Batalhão da Polícia Militar estão
    avançadas.   A previsão é que nos próximos meses, os policiais ganhem
    um batalhão com um prédio novo e moderno.

    “O 10º BPM receberá um reforço no efetivo
    policial. Desta segunda convocação autorizada pelo Governo do Estado, após o
    processo do teste de Aptidão Física (TAF), 59 candidatos serão treinados no 10º
    BPM fazendo com que, já na formação, os novos alunos possam conhecer a área de
    atuação. Outros quatro polos no interior também serão pontos de formação para
    os novos soldados”, corroborou o comandante-geral da Polícia Militar, coronel
    Marco Antônio Alves.

    Mais investigadores

    Já o delegado-geral de Polícia Civil, Augusto
    Barros, garantiu que, já nomeou mais três investigadores para a delegacia
    Regional de Pinheiro. Além desta, a regional de Pinheiro receberá uma delegacia
    de Homicídios, visando dar assim uma melhor estrutura de investigação para os
    crimes contra a vida e também a instalação de uma unidade da Superintendência
    de Narcóticos, que vai atuar em conjunto com o Núcleo de Inteligência,
    identificando as rotas fluviais de acesso que servem de apoio para a expansão
    do tráfico de drogas.

    Além da Polícia Civil, o Corpo de Bombeiros também
    vai intensificar as fiscalizações em bares, restaurantes e locais de festas impedindo
    que estes estabelecimentos funcionem de forma irregular e sem as devidas
    licenças. A medida é para impedir que acidentes ocorram e oferecer mais
    segurança para os frequentadores destes locais.

    Novo Presídio

    A subsecretária de Justiça e Administração
    Penitenciária, Camila Neves, afirmou que as obras para a conclusão do novo
    presídio em Pinheiro serão concluídas no prazo de seis meses. As obras serão
    retomadas já na próxima semana. A nova unidade prisional possibilitará a
    abertura de 306 vagas, desafogando, assim, as delegacias de Polícia Civil que
    custodiam presos de justiça.

    Estamos ainda disponibilizando para a regional prisional de Pinheiro, as
    tornozeleiras eletrônicas, que são uma ferramenta muito importante para a
    gestão penitenciária e ainda irá contribuir para um desenvolvimento melhor das
    ações na Execução Penal na região”, pontuou a subsecretária.

    Estiveram presentes ainda o desembargador Froz
    Sobrinho; o juiz Fernando Mendonça, da Vara de Execuções Penais, além de
    lideranças políticas,  representantes da sociedade civil  e da
    comunidade em geral.

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!