Logo
  • Indicação do deputado Cabo Campos elevou o índice de escalonamento do soldado de 19,5% para 26,5%

    Deputado Cabo Campos, ao lado dos seus assessores, em uma das reuniões com o então secretário de Estado da Gestão e Previdência, Felipe Camarão, para tratar do escalonamento vertical para policiais e bombeiros militares do Estado do Maranhão.

    O deputado estadual Cabo Campos atuou de forma de incansável pelo aumento do índice escalonado que serve como referência para o subsídio salarial de policiais e bombeiros militares logo que chegou à Assembleia Legislativa do Maranhão (Alema), em 2015. O parlamentar solicitou ao Governo do Maranhão que enviasse Medida Provisória (MP) à Casa do Povo, instituindo o escalonamento vertical, item que distribui de maneira justa os vencimentos dos militares das forças auxiliares de segurança do Estado.

    Após intensas rodadas de negociações com o então secretário de Estado da Gestão e Previdência (Segep), Felipe Camarão, o Executivo enviou ao Legislativo Estadual a MP de Nº197 de 23 de abril de 2015, na qual constava a alteração dos índices escalonados. Na época, o índice escalonado do soldado era de 0,1950 do coronel, que equivale a 1,0000. A MP foi aprovada por unanimidade durante sessão ordinária no Legislativo Estadual.

    Com a indicação do deputado Cabo Campos, os índices escalonados dos postos e graduações dos militares passaram a ter aumento ainda em 2015. A partir da promulgação da Lei nº 10.233, a remuneração dos soldados saiu de 19,5% para 22,2% da remuneração do coronel, chegando a 24% em 2016 e alcançando 25% em 2017. Já a última parcela do escalonamento vertical, que passou a vigorar em maio deste ano, proporcionou aos soldados um vencimento correspondente a 26,5% do valor do subsídio dos coronéis da Polícia Militar do Maranhão (PM-MA) e do Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão (CBM-MA).

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!