Logo
  • Inelegível, Luciano Genésio registra candidatura

    O suplente de deputado estadual Luciano Genésio
    resolveu enfrentar o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Maranhão e registrou,
    na ultima semana, sua candidatura a deputado pelo Solidariedade, mesmo estando
    inelegível até 2020, segundo decidiu a própria Corte Eleitoral (reveja).
    Genésio e o ex-prefeito de Pinheiro, José Arlindo
    (PSB), foram acusados de haver usado a realização do carnaval da cidade em
    2012 para promover o número do então prefeito, candidato à reeleição –
    Luciano era seu candidato a vice.
    “Pinheiro – Carnaval 40 Graus” era o slogan do
    evento. O número do PSB José Arlindo é o 40.
    O Ministério Público Eleitoral (MPE) manifestou-se
    pelo provimento do pedido, para que fosse reconhecida a prática abusiva e
    declarada a a inelegibilidade tanto de José Arlindo, quanto de Luciano Genésio,
    pelo prazo de oito anos.
    No julgamento do TRE, o relator da matéria, então
    juiz eleitoral José Carlos Sousa Silva, votou pela improcedência do recurso,
    mas acabou sendo voto vencido. O desembargador Fróz Sobrinho inaugurou a
    divergência e foi acompanhado por outros quatro membros da Corte Eleitoral,
    declarando a inelegibilidade do socialista e do comunista pelos oitos anos, tal
    como opinou o MPE  (veja aqui o acórdão).

    Mesmo assim, Genésio comemora nas redes
    sociais o registro da candidatura e já faz até propaganda do seu número…  

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!