Logo
  • Leonardo Sá Ludibria oposição de Pinheiro, segundo post do Blog do Ronald Coqueiro.

    Ronald Coqueiro
    O bancário
    Ronald Coqueiro, que no ultimo pleito, concorreu a uma vaga ao legislativo
    Pinheirense ao lado do ex-prefeito Zé Arlindo, pela coligação. “UNIÃO E
    LIBERDADE” (PSL, PPS, PHS, PRP), e obteve expressiva votação de 574 votos e
    ocupa hoje a segunda suplência devido o afastamento do Vereador Leonardo Sá
    (PSB),  confirma possível Maracutaia,
    envolvendo três Vereadores de Oposição. 
     O post
    de autoria de Ronald que leva o titulo “O que explica ALBININHO, suplente de vereador
    do GRUPO OPOSICIONISTA
    , continuar
    votando no GOVERNO?”
    (VEJA AQUI).
    Confirma uma aliança do então opositor ao executivo Municipal,  Leonardo Sá por debaixo dos panos com o aval
    dos Vereadores Nezio (PDT) e Elizeu de Tantan (PSB), e com uma efetiva
    participação do suplente e beneficiado com o afastamento de Leonardo Albininho
    (PSB), com o Gestor do Município.
    Leonardo Sá
    Ronal diz que, A de
    ressaltar de que a maior parte da Oposição da Câmara não tem o conhecimento
    desse fato, por isso tem sumariamente cobrado o edil titular a voltar ao seu
    acento.

    Contudo, depois de muitas reclamações dos edis
    houve um encontro a portas fechadas entre os vereadores Eliseu, Nezio, Leonardo
    e Albininho no
    escritório do médico. 

    O suplente foi questionado por não acompanhar os votos
    da oposição, mas depois de uma conversa resolveram por dar uma nova ‘chance’ ao
    suplente. No entanto, estranhamente o vereador Stélio não foi convidado para
    participar da reunião, por quê? Já que Stélio é o líder da Oposição na Câmara
    de Pinheiro e tem sido o principal entrave de Filadelfo naquela Casa? Porque o
    Cordeiro não aceitaria de forma alguma uma nova chance ao suplente e a reunião
    era para este continuar.
    Com o post
    do bancário blogueiro Ronal Coqueiro, confirma-se o fogo amigo entre oposição de
    Pinheiro. Nos últimos dias a também vereadora Selma sofreu
    fortes ataques nas redes Sociais também por seus pares. Pelo visto existe uma
    “oposição a oposição dentro da própria oposição,” haja vista que os ataques,
    posts e compartilhamento de tais matérias, está vindo do mesmo lado.
    O que terá gerado o conflito entre a  oposição inseparável do pleito de 2012?

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!