Logo
  • Mais de 35 mil famílias maranhenses estão com o Bolsa Família bloqueado

    De acordo com
    informação divulgada pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome
    (MDS), 35.207 famílias maranhenses, que por não ter os dados da instituição de
    ensino registrados no Cadastro Único e no sistema do Ministério da Educação,
    estão com seus benefícios do programa Bolsa Família bloqueados. 



    A Secretaria-Adjunta de Ensino, órgão ligado a
    Secretaria de Estado de Educação (Seduc), alerta as famílias que receberam
    notificação de advertência ou tiveram suspensos os benefícios, que devem
    procurar a gestão do programa de transferência de renda no município em que
    moram para identificar a instituição em que seus filhos estudam para que os
    recursos sejam desbloqueados. 



    A coordenação estadual da Freqüência Escolar do
    PBF na Seduc informa, ainda, que os bloqueios podem ter ocorridos por estarem
    sem informação correta da frequência escolar. 



    Desde abril, o MEC e o MDS realizam buscas por
    713.418 beneficiários no Brasil. Até agora, foram localizadas as unidades de
    ensino de 232.414 crianças e adolescentes, na faixa etária dos seis aos 17
    anos. Esse total representa 32,6% do público-alvo envolvido no processo.



    Desbloqueio



    A coordenação informa que, assim que as
    informações corretas forem inseridas no Cadastro Único, o gestor municipal do
    Bolsa Família deverá informar à secretaria de Educação do município e poderá
    desbloquear o benefício da família. Caso isso não ocorra, o benefício será
    desbloqueado automaticamente pelo MDS, depois que as crianças e adolescentes
    tiverem a frequência escolar registrada no sistema do MEC.



    No caso de famílias com crianças fora da escola, a
    coordenação estadual alerta que o valor do programa será desbloqueado se as
    mesmas forem inseridas em ações de acompanhamento familiar pela equipe da
    assistência social, com registro no Sistema de Condicionalidades.
    fonte: O imparcial

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!