Logo
  • Mandato tampão de Luciano Genésio vai durar apenas trinta dias

    O
    suplente de deputado estadual Luciano Genésio (foto), do PCdoB, assumiu
    o mandado na Assembleia Legislativa no início do mês com a licença de
    Luciano Leitoa (PSB).
    Oficialmente,
    deveria passar quatro meses no cargo, visto que a saída de Leitoa se
    dará por 121 dias. Mas o representante de Pinheiro ganhou o que se pode
    chamar de um mandato com prazo de validade vencido.
    Explica-se:
    a coligação “Muda Maranhão” tem atualmente dois suplentes no exercício
    do mandato – além de Genésio, Othelino Neto (PPS) também assumiu vaga na
    casa. Ocorre que o comunista é o segundo suplente e o deputado estadual
    Rubens Pereiria Júnior (PCdoB), que saiu para a entrada de Othelino,
    volta dia 13 de agosto.
    Mas o retorno
    de Rubens Júnior não implica na saída de Othelino e sim do próprio
    Luciano Genésio, justamente porque é ele o segundo suplente. O
    popular-socialista segue na AL em virtude do afastamento de Luciano
    Leitoa.
    Ou seja: o deputado que
    deveria passar 121 dias na Casa, passará pouco mais de trinta, doas
    quais pelo menos um terço serão em recesso parlamentar.
    Por outro lado, Othelino Neto, que deveria passar só os quatro meses, ganha pelos menos mais três à frente do mandato.
    Parece que esqueceram de contar esses detalhes a Luciano Genésio antes de fazê-lo fechar alguns acordos.

    fonte: blog do gilberto léda

    editador por : vandoval rodrigues

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!