Logo
  • Marina supera Aécio e deixa tucanos apreensivos

    Brasil 247 – Informações obtidas pelo colunista
    Ilimar Franco, editor da coluna Panorama Político, do Globo, apontam um quadro
    preocupante para a campanha do senador Aécio Neves (PSDB-MG), mas também para a
    presidente Dilma Rousseff.
    Segundo
    ele, Marina já estaria liderando em São Paulo, no Rio de Janeiro e até mesmo em
    Minas Gerais. Aposta-se que, na próxima pesquisa, a do Ibope, a ser divulgada
    na terça-feira, ela aparecerá com cerca de 27%.
    Leia, abaixo, as notas postadas por Ilimar Franco:
    A queda de Aécio
    O
    tucano Aécio Neves foi atingido em cheio pela entrada de Marina Silva (PSB) na
    eleição presidencial. Ela tirou a liderança de Aécio em Minas e assumiu a
    dianteira em São Paulo. Esses colégios eleitorais são vitais na estratégia de
    crescimento tucana. Agora, Marina também lidera no Rio, tendo atraído para si o
    elevado número de indecisos. A presidente Dilma também perde, mas menos.
    É para valer ou é balão de ensaio?
    Pesquisas
    telefônicas feitas por várias campanhas registram essa reviravolta nos estados.
    Entre os tucanos paulistas, o abatimento é geral. Por lá, há quem diga que o
    quadro está consolidado e citam os 27% (Datafolha) que Marina tinha no primeiro
    semestre. Mas em institutos de pesquisa ainda se crê que Aécio pode se recuperar.
    “A
    Marina ainda é uma idealização. Não é candidata de carne e osso”, resume um
    cientista político. Este, citando pesquisas de consistência, diz que o índice
    de Marina é de apenas 50%, contra 70% de Aécio e Dilma. E lembra a excitação,
    em 1989, com a entrada em cena de Silvio Santos, que aspirou metade das
    intenções de voto de Fernando Collor.
    Do Luis Cardoso.

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!