Logo
  • Merenda escolar é encontrada em depósito clandestino em Viana

    Alimentos foram adquiridos por Benito Filho, quando
    o ex-vice prefeito assumiu a prefeitura em setembro do ano passado 
    Por Luis Antonio 
    Um grande carregamento de itens alimentícios que
    seriam utilizados para o preparo da merenda escolar dos estudantes da rede
    municipal em Viana, foi encontrado na tarde de ontem (18) em um depósito
    clandestino no centro da cidade.
    A carga foi descoberta por acaso por populares, que
    comunicaram o fato à Secretaria de Educação, cujo titular Carrinho Cidreira,
    mandou registrar imagens dos alimentos e em seguida recolheu os produtos para o
    depósito da Secretaria.
    Descalabro – Esse é apenas mais um dos descalabros
    administrativos herdados pelo prefeito Chico Gomes (DEM) que recebeu a
    prefeitura de Viana sem transição, com toda infraestrutura física da
    administração em estados deploráveis, sem material de expediente, sem
    computadores e sem mobiliário.
    A merenda escolar, tão necessária para as crianças
    das escolas municipais, era tratada como negócio privado pelos antigos gestores,
    que forneciam eles próprios, em família, alimentos com preços superfaturados,
    muitas vezes, produtos com prazo de validade vencido, colocando em risco a
    saúde de milhares de estudantes. Segundo informações de moradores, antes de
    entregarem a pasta da educação, foram saqueados todos os depósitos da pasta.
    Alimentos, botijões de gás e até as panelas de preparo foram colocadas em
    veículos particulares, com destinos ignorados.
    Calamidade – Todas as secretarias estão sendo auditadas e, em
    breve o prefeito Chico Gomes receberá os relatórios escritos e fotográficos das
    pastas, de forma que os larápios do patrimônio público vianense sejam
    responsabilizados criminalmente. Os fiscais e funcionários tem se mostrado
    indignados com o estado dos prédios, das instalações hidráulicas, elétricas,
    banheiros, entre outros absurdos reinantes na gestão passada. O estado de
    abandono se reflete em todos os recantos da cidade e, desembocaram também na
    autoestima dos vianenses, principalmente os funcionários municipais que não receberem
    seus salários no final do ano.
    Na surdina – O Blog apurou que o prefeito Rilva Luis (PV) sacou
    na boca do caixa do Banco do Brasil e nas barbas da Justiça, cerca de R$
    2.000.000,00 (dois milhões de reais) no apagar das luzes do ano passado, colocou
    a mala na cabeça e sumiu da cidade, na maior cara de pau. O resultado é que o
    comércio está parado, ninguém compra ninguém vende. Enquanto isso, o prefeito
    Chico Gomes e sua equipe, tentam minimizar o sofrimento dos trabalhadores ao
    imprimirem um ritmo trabalho dentro da legalidade e da transparência com os
    recursos públicos. Os salários devem ser atualizados, mesmo que de forma
    parcelada, enquanto o município não entra nos eixos financeiros.
    Confira abaixo registros do estado de algumas
    secretarias  que estão passando por auditoria.
    BASTOU UMA PEQUENA CHUVA PARA EXPOR O ESTADO
    CRÍTICO DA SEDE DA PREFEITURA DE VIANA. TUDO VEIO ABAIXO.

    ESTADO DE EMERGÊNCIA TAMBEM NO HOPITAL MUNICIPAL – CESP, NO BAIRRO CITEL

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!