Logo
  • Morte de um morador por militares revolta cidade de Viana.

    Sebastião Pinheiro (babaco)

    Na tarde deste sábado dia 04 de março, a população vianense foi as ruas protestar contra a morte de Sebastião Pinheiro, conhecidos por todos como babaco, morto pela Policia Militar na madrugada da última sexta- feira, 03.

    O caso envolvendo PMs aconteceu na Ma-014, nas imediações do Posto Vinólia entrada da cidade. A população afirma que a morte de babaco foi ocasionada em uma desastrosa operação de Policiais Militares lotados da 13ª Companhia de Viana.

    A indignação de amigos, familiares e boa parte da população vianense foi o fato de babaco ter sido alvejado pelas costas. A família afirma que o primeiro laudo emitido pelo hospital para onde a vítima foi levado dando entrada já sem vida comprova que babaco foi alvejado pelas costas.

    De acordo com a família, fato esse omitido pelo serviço funerário local e de um suposto segundo laudo que até o momento não apareceu bem como o raio-X que mostravam os projéteis alojados, fato presenciado por várias pessoas que tiveram acesso ao interior da unidade de saúde. O que não foi aceito pela família que com a ajuda de um advogado conseguiu a remoção do corpo para o IML da capital para ser periciado.

    O caso.

    Babaco e seu amigo identificado como Waderson, voltavam de uma festa religiosa Afro-brasileira em uma motocicleta pilotada por Wanderson, e quando chegavam a cidade de Viana passaram por um carro de cor escura que ordenaram que eles parassem, mas com o temor do famoso ( carro preto ) que volta e meia ceifa a vida de alguém no município eles aceleraram e foram perseguidos pelo carro que depois veio-se saber que se tratava de uma viatura policial que estava com o giroflex desligado.

    Testemunhas disseram ouvir vários disparos e o barulho de um acidente, momento que os dois vieram a cair devido o garupa estar ferido. Eles foram colocados no compartimento de contenção de uma segunda viatura que chegou minutos depois e levados até o hospital da cidade.

    O delegado regional de Viana Dr. Pacheco, esteve na manhã deste sábado, 04, no local do incidente onde ouviu moradores que presenciaram o ocorrido, o comando da 13ª Companhia de Viana, até o momento não se manifestou a respeito do ocorrido.

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!