Logo
  • MPF vai investigar agências do BB que liberaram dinheiro no apagar das luzes de 2012

    Demorou.
    Mas acabou sobrando para os principais responsáveis pela farra patrocinada
    pelos prefeitos que sacaram milhões no apagar das luzes de 2012. 
    Já não
    era sem tempo. Gerentes das agências do Banco do Brasil em que os ex-gestores
    sacaram as somas altas começarão a ser investigados pelo Ministério Público
    Federal, atendendo pedidos da Controladoria Geral da União. 
    As
    investigações devem começar pela cidade de Rosário. Lá o prefeito Bimba sacou
    mais de R$ 2 milhões de recursos do Fundeb, conforme extratos publicados . 
    Em Arari,
    o prefeito Leão Santos Neto rugiu mais alto e convenceu o gerente do banco a
    liberar parte do dinheiro que estava bloqueado para pagamento do funcionalismo.
    A ordem judicial foi desrespeitada pelo gerente e pelo ex-prefeito. 
    Em pinheiro, o ex- prefeito Zé Arlindo não pagou abono aos professores e priorizou  transferências no valor de 518.498.25 no pagar
    das luzes verba essa também do FUNDEB. 
     

    A Polícia
    Federal será chamada para acompanhar as investigações que deverão acontecer em
    ao menos 10 cidades. E, pelo visto, pulseiras de aço serão usadas. Desconfia-se
    que gerentes receberam propinas pela liberação.
    fonte: blog do Luis cardoso

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!