Logo
  • Municípios maranhenses concluem inserção de dados do PAR

    Os 217 municípios maranhenses concluíram, no dia 31 de
    agosto, a fase de inserção de dados das ações e sub ações para o quadriênio
    2011-2014 do Plano de Ações Articuladas (PAR), cumprindo o objetivo firmado no
    acordo de cooperação entre o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação
    (FNDE), Universidade Estadual do Maranhão (Uema) e União Nacional dos
    Dirigentes Municipais de Educação no Maranhão (UNDIME-MA), tendo como parceira
    institucional a Secretaria de Estado da Educação (Seduc).
    O Plano de Ações Articuladas é um instrumento de
    planejamento da educação por um período de quatro anos. É um plano estratégico
    de caráter plurianual e multidimensional que possibilita a conversão dos
    esforços e das ações do Ministério da Educação, das Secretarias de Estado e
    Municípios, num Sistema Nacional de Educação. A elaboração do PAR é requisito
    necessário aos estados e municípios para o recebimento de assistência técnica e
    financeira do MEC/FNDE, de acordo com a Resolução/CD/FNDE n° 14 de 08 de junho
    de 2012.
    Segundo o secretário adjunto de planejamento e orçamento
    da Seduc, Lívio Correa, a conclusão da inserção de dados do PAR é uma
    importante ação, no sentido de permitir aos municípios a captação de recursos.
    A participação da Seduc na mobilização desse processo visa aproximar a
    secretaria dos municípios, estabelecendo o efetivo regime de colaboração, uma
    das grandes metas da secretaria.
    A articuladora institucional do PAR na Uema, professora
    Eliza Flora, destacou o empenho das instituições parceiras para a finalização
    do trabalho de inserção de dados pelos municípios. “A atuação da Seduc e da
    Undime foram fundamentais no processo de mobilização e sensibilização, por meio
    do diálogo e da realização de dois seminários de cooperação técnica estado-municípios
    que demonstraram aos municípios toda a importância da realização do PAR”,
    disse.
    O último seminário aconteceu no dia 29 de agosto e contou
    com a presença do coordenador geral de assistência a programas especiais do
    FNDE, Júlio Cezar Viana, que durante o evento falou da execução das Ações do
    PAR, apresentando os procedimentos relativos ao plano municipal.
    Entenda o PAR
    O Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE) condicionou
    o apoio técnico e financeiro do Ministério da Educação à assinatura, pelos
    estados, Distrito Federal e municípios, do plano de metas Compromisso Todos
    pela Educação. Depois da adesão ao Compromisso, os entes federativos devem
    elaborar o Plano de Ações Articuladas (PAR). Todos os 5.563 municípios, os 26
    estados e o Distrito Federal aderiram ao Compromisso.
    O PAR é o planejamento multidimensional da política de
    educação que os municípios, os estados e o DF devem fazer para um período de
    quatro anos. Coordenado pelas secretarias municipais e estaduais de educação, o
    PAR deve ser elaborado com a participação de gestores, de professores e da
    comunidade local.
    A dinâmica do PAR tem três etapas: o diagnóstico da
    realidade da educação e a elaboração do plano são as primeiras etapas e estão
    na esfera do município/estado. A terceira etapa é a análise técnica, feita pela
    Secretaria de Educação Básica do Ministério da Educação e pelo FNDE.
    Depois da análise técnica, o município assina um termo de
    cooperação com o MEC, do qual constam os programas aprovados e classificados
    segundo a prioridade municipal. O termo de cooperação detalha a participação do
    MEC – que pode ser com assistência técnica por um período ou pelos quatro anos
    do PAR e assistência financeira. No caso da transferência de recursos, o
    município precisa assinar um convênio, que é analisado para aprovação a cada
    ano.

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!