Logo

Nova gestão na Lagoa da Jansen

A gestão do Parque
Ecológico da Lagoa da Jansen já está sob a responsabilidade da Secretaria de
Estado de Meio Ambiente e Recursos Naturais – SEMA. A mudança é fruto do
Decreto Estadual n° 28.690, de 14 de novembro do corrente, que promoveu a
reclassificação do Parque Ecológico da Lagoa para a categoria de Unidade de
Conservação de Uso Sustentável do tipo Área de Proteção Ambiental (APA).
Com isso, a SEMA
passa a gerir o espaço, que tem área total de 196,9 hectares, ficando
responsável pela gestão, administração e fiscalização e promovendo as
articulações intersetoriais necessárias para a gestão integrada, observadas as
vocações do local.
Para cumprir a
determinação, de imediato a Sema deverá viabilizar a contratação de serviços
necessários à manutenção, conservação, lazer, limpeza e vigilância. Nesse
sentido, de forma emergencial e em parceria com empresas privadas [Vale e
Alumar], a Secretaria empreendeu na última semana serviços de limpeza e capina
do local e está tratando agora dos reparos na iluminação e nos equipamentos de
convivência e também reforçando, junto aos órgãos de Segurança, a necessidade
de ampliar o policiamento da área.
Como marco desse
momento de mudança na gestão, a Sema promove no local, neste final de semana
[dias 15 e 16/12], o evento “Viva Maranhão Sustentável: Virada do Maranhão pela
Sustentabilidade”, com uma ampla programação abrangendo atividades culturais,
esportivas e de conscientização ambiental.
De acordo com o
secretário Victor Mendes, neste momento os técnicos da Sema estão elaborando um
diagnóstico, para levantar os problemas emergenciais e traçar um plano de ação
para as medidas mais urgentes. Quanto às ações de longo prazo, a Sema em
parceria com outros órgãos e instituições afins deverá elaborar o Plano de
Manejo Sustentável da APA Lagoa da Jansen, bem como formar um Conselho Gestor,
visando ao gerenciamento participativo e integrado da área.
Além de monitorar,
fiscalizar e acompanhar as atividades desenvolvidas na área, a Sema quer
priorizar a busca de recursos e parcerias para viabilizar ações de combate à
poluição e a promoção de programas de educação ambiental e de atividades que
assegurem a proteção da biodiversidade e o uso racional da área.
“Nesse sentido,
estamos vamos buscar convênios, parcerias ou acordos com órgãos, entidades
públicas ou privadas, nacionais e internacionais, entidades do terceiro setor
ou paraestatais e organizações não governamentais, que possam complementar as
intervenções do estado, de modo que a população e os nossos visitantes possam
desfrutar das belezas e atrativos que a Lagoa da Jansen pode oferecer”,
explicou o secretário Victor Mendes.
  
Por Zeca Soares

0 Comentários

Deixe o seu comentário!