Logo
  • “O candidato escolhido terá o apoio de todos”, garantiu Lobão

    No encontro
    regional do PMDB, os peemedebistas evitaram falar sobre a escolha de um nome
    para a disputa das eleições de 2014, mas todos pregaram união e garantiram que
    o partido estará unido e forte para a disputa eleitoral.
    O ministro de
    Minas e Energia, Edison Lobão, que é um dos nomes fortes para as eleições de
    2014, deu o tom da legenda e assegurou que todo o PMDB estará ao lado do
    candidato escolhido.
    “O nosso grupo
    político é rico em valores em nomes, no momento próprio eu irei decidir o meu
    destino, mas o candidato que for escolhido terá o apoio de todos”, garantiu
    Lobão.
    Já o ex-prefeito
    de São José de Ribamar e atual secretário de Infraestrutura, Luis Fernando
    Silva, também cotado para a disputa eleitoral em 2014, também pregou a união,
    mas preferiu deixar o assunto para o ano que vem e focar a atenção no Governo
    do Maranhão.
    “O momento é de
    ajudarmos no trabalho que vai sendo desenvolvido pelo Governo do Maranhão.
    Aproveito inclusive para fazer esse apelo, vamos deixar para tratar sobre
    eleição em 2014, já tivemos eleição ano passado e se ficarmos preso em eleição
    de 2014 já em 2013, não conseguiremos avançar no Maranhão. No ano que vem o
    PMDB e esse pool de partidos, que nos ajudam a governar, resolveremos juntos
    quem será o candidato”, disse Luís Fernando.
    O senador João
    Alberto também garantiu que o PMDB estará ainda mais unido para as eleições de
    2014.
    “O PMDB é uno, um
    partido que tem comando. O nosso partido estará unido em 2014, todos num só
    palanque e com outros vários partidos continuaremos a trabalhar pelo
    desenvolvimento do Maranhão”, afirmou.
    A governadora
    Roseana Sarney, de férias, e o ministro do Turismo, Gastão Vieira, foram as
    duas principais baixas do PMDB maranhense no encontro regional da legenda.

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!