Logo
  • Onda de Violência repercute na câmara municipal de Pinheiro

    A Câmara
    Municipal de Pinheiro realizou na manhã de ontem terça-feira (12) mais uma
    sessão ordinária. Preocupados com o crescente número de crimes ocorridos no
    município, os vereadores discutiram sobre a necessidade da implantação de
    medidas de segurança em Pinheiro.
    O vereador Sinval
    Souza (PMDB) defendeu a criação de barreiras policiais nas entradas da cidade. Segundo
    o vereador os bandidos que agem em pinheiro têm livre acesso, entram e saem da
    cidade ser nenhuma revista policial. Sem policiamento guardando a entrada e saída
    de nossa cidade os bandidos comercializam com grande facilidade em outros municípios
    veículos e outros pertences  roubado em
    nossa cidade. Afirmou o vereador. 
    O vereador
    Valter Soares (PV), destacou o crescimento da criminalidade em bairros que
    antes eram pacatos. Valter disse que do jeito que as coisas andam. Os cidadãos
    pinheirenses muito em breve vão ter que pagar pedágio para entrar em
    determinadas ruas de bairros de pinheiro. A coisa está alarmante a cada dia surgem
    inúmeros pontos de vendas de drogas em Pinheiro e nossa juventude está se
    acabando. 
    A câmara de
    Pinheiro irá criar uma comissão de segurança para tentar fazer com que o
    secretário de segurança do estado, Aloísio Mendes, receba os mesmos.  Os vereadores vão reivindicar melhores
    condições de segurança para o município. “Nós representantes do povo temos que
    cobrar do governo estadual e federal mais segurança para a nossa cidade”,
    enfatizou o vereador Oziel Menezes. 

    1 Comentário

    1. É exatamente disso que que pinheiro está precisando, agora o grade problema é essa criação de barreira ir pra frente, já que as autoridades competentes priorizam as coisas mais insignificantes. porém só isso não vai adiantar, pois a grande maioria dos assaltos são feitos por elementos de dentro da cidade, mas pelo menos nessa parte as coisas estão indo pelo caminho certo.

    Deixe o seu comentário!