Logo
  • Operação da Sema apreende mais de 40 pássaros silvestres que seriam traficados

    A Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Naturais – SEMA, por
    meio da equipe da Associação Ambiental do Parque Estadual do Mirador-APERMIRA
    (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público – OSCIP), responsável pelo
    Programa de Vigilância e Defesa Ambiental do Parque Estadual do Mirador,
    apreendeu, ontem pela manhã, 49 pássaros silvestres em um povoado deLoreto, localizado no limite com o Parque Estadual do Mirador, a
    715 quilômetros da capital maranhense, São Luís. Entre eles foram encontrados
    14 Papagaios e 35 Chico-Pretos, dois deles estavam mortos e os demais sofrendo
    maus tratos.
    Os pássaros que sobreviveram foram
    levados para o Parque Estadual do Mirador. Lá passarão por um processo de
    readaptação à natureza. Além dos animais, a equipe formada pelo Coordenador de
    Vigilância e Defesa Ambiental do Parque Estadual do Mirador, Laércio Pereira de
    Araújo e pelos agentes Guarda-Parque, Osmar Nascimento Gomes, Adão Viana de
    Oliveira, Vicente Benicio e José Carlos Bezerra, apreendeu no local do
    cativeiro alguns objetos utilizados para apreender e traficar os pássaros.
    Entre eles, lanternas, uma espingarda, munições, pólvoras, telas, cercados de
    telas, jaulas e gaiolas, além de pele de Gato do Mato, casco de Peba e chifres
    de veados.
    A
    apreensão foi feita após uma denúncia anônima e também levou à prisão de
    Jurandir Gomes da Silva, de 46 anos, que estava com os pássaros. Assim que foi
    realizado o fragrante, os animais apreendidos e Jurandi Gomes da Silva foram
    conduzidos à 11ª Delegacia Regional de Balsas. Jurandi Gomes da Silva foi
    autuado em fragrante por crime ambiental, maus tratos de animais silvestres e
    porte ilegal de armas.

    Segundo
    o Coordenador de Vigilância e Defesa Ambiental do Parque Estadual do Mirador,
    Laércio Pereira de Araújo, os traficantes de animais silvestres que atuam no
    local são provenientes de outros estados. “Muitos desses traficantes de animais
    vêm de Pernambuco e
    do Ceará e
    contam com a ajuda de alguns moradores da região para capturar esses animais”,
    explicou o coordenador.    

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!