Logo
  • Oposição de Pinheiro e a disputa pela candidatura de 2016.

    Com o fim das eleições
    estaduais, a oposição da cidade de Pinheiro inicia a queda de braços de olho
    nas eleições municipais de 2016.

    O médico e vereador
    Leonardo Sá (PDT) que já havia manifestado o interesse na  disputa pelo cargo de prefeito em 2016,  depois de obter 8.576 votos na cidade de
    Pinheiro e 15.947 no geral na disputa por uma vaga na câmara federal, afirmou
    de vez a sua pré-candidatura.
    A confirmação do nome de
    Leonardo Sá, nas eleições municipais de 2016 como candidato a prefeito, veio
    através do presidente do (PDT) em Pinheiro, Vereador Enézio Vitorino.
    Com o anuncio feito pelo
    presidente do (PDT), aliados do suplente de deputado estadual, Luciano Genésio
    (SD), não ficaram pra trás. No ultimo dia 05 de outubro, Luciano obteve 12.947
    votos na cidade de Pinheiro e 18.728 no geral ficando na primeira suplência de
    sua coligação.
    O coordenador da campanha
    de Luciano, o radialista e blogueiro Herasmo leite, afirmou que, pela votação
    recebida por Luciano em Pinheiro, ele estaria credenciado a ser o candidato a
    prefeito da oposição em Pinheiro.
    Ambos brigam também pelo
    apoio do governador eleito Flávio Dino, que deverá buscar um consenso entre os
    pré-candidatos.  Leonardo é apadrinhado
    do deputado estadual Othelino Neto (PC do B) um dos mais próximos de Dino. Já
    Luciano confia no bom relacionamento com o senador eleito Roberto Rocha (PSB).

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!