Logo
  • Pastoral da Sobriedade promove a 1ª Caminhada contra as Drogas em Pinheiro.

    Na tarde de hoje (26) a Pastoral da Sobriedade,
    promoveu a 1ª caminhada e contra as drogas na Cidade de Pinheiro.  O evento faz parte da “Semana Nacional
    Antidrogas”.

    A concentração aconteceu na Praça de
    São Benedito, e percorreu as Principais ruas da Cidade. Alunos da Rede estadual
    de Ensino, professores, mães de dependentes químicos e internos da Fazenda do
    Amor Misericordioso dentre outros participantes, com faixas cartazes, chamaram
    a atenção da sociedade pinheirense para um problema que vem desestruturando
    muitas famílias em nossa Cidade.

    Professor Sandro Max, Interno da Fazenda

    A Caminhada encerrou na Praça José Sarney.
    Internos da Fazenda do Amor Misericordioso falaram dos prejuízos causados pelas
    drogas e da dificuldade de deixar o vicio. Sandro Max de 39 anos, natural de Timon,
    Professor de Matemática, servidor efetivo do Município e Estado, está a 6 meses
    interno na Fazenda, falou da dos 26 anos aprisionado no mundo das drogas. Disse
    Sandro, “que a primeira vez usou drogas, teve a sensação de Liberdade, e quando
    quis acordar já estava no fundo do poço, tinha trocado esposa e filhos pelo
    vicio das drogas”.




    A Senhora Fátima “Mãe de um dependente”,
    convocou as mães Pinheirenses a buscar a recuperação de seus filhos, que não se
    calem e se curvem diante da Situação, que sejam fortes e lutem pela recuperação
    de seus filhos. Simplesmente desejamos que as drogas não existissem,
    principalmente quando vemos pessoas que amamos sofrendo e nos fazendo sofrer
    por estarem envolvidos com elas. Os que já se envolveram, podemos ajudá-los a
    evitar que se tornem dependentes. Para aqueles que se tornaram dependentes
    cabe-nos colhê-los e oferecer os melhores meios para que possam abandonar os vícios,
    Afirmou dona Fátima.

     
    A Pastoral da Sobriedade é a ação concreta da Igreja na Prevenção e Recuperação
    da Dependência Química.

    É uma ação pastoral conjunta que busca a integração entre todas as Pastorais,
    Movimentos, Comunidades Terapêuticas, Casas de Recuperação para, através da
    pedagogia de Jesus-Libertador, resgatar e reinserir os excluídos, propondo uma
    mudança de vida através da conversão.

    Pastoral é uma atuação especial da Igreja, diante de um problema da sociedade,
    no momento em que ele se apresenta. É uma resposta da Igreja a uma problemática
    social.

    Considerando que 25% da população brasileira está, direta ou indiretamente,
    ligada ao fenômeno das drogas, que cada vez mais cedo os adolescentes entram em
    contato com as drogas, carregando consigo, em média, quatro outras pessoas,
    chamadas de co-dependentes, membros da família e amigos, a Pastoral da
    Sobriedade capacita aqueles, que de alguma maneira, se identificam com a causa
    e desejam lutar pela vida, tornando-se um Agente da Pastoral da Sobriedade.

    “A Igreja tem por missão transmitir a palavra do
    Evangelho que abre para a vida de Deus e de fazer descobrir o Cristo, Palavra
    de Vida, que oferece um caminho de crescimento humano e espiritual.

    A exemplo de seu Senhor, e solidário com seus irmãos na humanidade, a Igreja
    vem em socorro dos menores e dos mais fracos, cuidando daqueles que estão
    feridos, fortalecendo aqueles que estão doentes, reforçando a promoção pessoal
    de cada um. 

    Vereador Beto de Ribão (ex-dependente químico)


    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!