Logo
  • Pinheiro: Audiência Pública lembra Dia Nacional do Combata a Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes.

    A prefeitura municipal de
    Pinheiro, em parceria com a secretaria de Assistência Social, Conselho Municipal
    da Criança e do Adolescente, Conselho Tutelar, CREAS, CRAS, promotoria Publica
    e Defensoria Publica. Realizou na manhã desta quinta-feira (22) no auditório da
    casa da Cultura José Sarney, Audiência pública para lembrar o dia 18 de Maio. Dia
    Nacional de Combate ao Abuso e a Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes.
    A data é lembrada em
    18 de maio desde o ano 2000, quando a Lei Federal 9.970 definiu o dia para
    realizações de campanhas, atividades e manifestações sobre o assunto. A escolha
    da data se refere a 18 de maio de 1973, quando a menina Araceli Cabrara
    Sanches, de oito anos, foi sequestrada, drogada, espancada, estuprada e morta
    em Vitória (ES). Apesar de haver testemunhas do crime, não houve nenhuma
    denúncia e o caso ficou impune.
    Entre as ações alusivas à data
    aconteceu uma passeata pelas principais ruas da cidade na manhã de ontem quarta-feira
    (21), atividades educativas, distribuição de panfletos encerrando na manhã desta
    quinta com Audiência Pública.
    A audiência que contou com a
    presença do Juiz da Comarca, Dr. Anderson Sobral, Delegado Regional, Dr.
    Claudio Balby, Promotor de Justiça, Dr. Jorge, Concita, Pres. da Câmara
    Municipal de Pinheiro, Valdelice Nascimento, representando a Secretaria de Educação
    de Pinheiro, Dilena, Secretária de Assistência Social, Benedita, Presidente do
    Conselho da Criança e do Adolescente, Tenente Soares, representado o Comando do
    10º BPM, Carlos Eduardo, representado o executivo municipal, conselheiros
    tutelares e centenas de pessoas, teve como objetivo alertar a sociedade para a
    proteção das crianças e adolescentes e a importância das denúncias desses
    crimes.
    O conselheiro tutelar, José
    Ribamar, informou que na maioria das vezes essa violência se dá dentro da
    própria casa, por parentes próximos ou vizinhos e amigos da família. “Um dado
    mais assustador é que às vezes os abusadores são os próprios pais biológicos. E
    na grande maioria, padrastos”.
    “É importante destacar que o dia
    18 de Maio lembra não só a luta contra o abuso, mas também contra a exploração
    sexual de crianças e adolescentes, submetidas à prostituição por adultos, ou
    seja, são vítimas de exploração sexual e têm o futuro gravemente comprometido
    por conta da conduta criminosa de quem as prostitui. “É preciso punir esses
    infratores”, afirmou Bendita, pres. do Conselho da Criança e do Adolescente.

    Como denunciar:
    Conselho
    Tutelar : (98) 3381-1213
    Defensoria
    Pública : (98) 3381-1458
    Delegacia
    Regional : (98) 3381-4292
    Promotoria
    Pública : (98) 3381-1013
    Quartel da
    PM: (98) 3381-2905
    Numero:
    100

    Numero: 190

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!