Logo
  • Pinheiro será porta de entrada do polo Floresta dos Guarás

    Foto, Wayne Pinheirinho (ASCOM)
    A cidade de Pinheiro, onde aconteceu o encontro, será
    transformada no portal de entrada do polo turístico Floresta dos Guarás, para
    isso, entre os diversos investimentos que deverá receber, está a reforma do
    aeroporto da cidade. Os recursos para as obras de melhorias da pista de pouso e
    decolagens da cidade foram disponibilizados em dezembro do ano passado após
    articulação do Ministério do Turismo na Secretaria de Aviação Civil (SAC) da
    Presidência da República.

    Com 1.740 metros de extensão, a pista do Aeroporto de Pinheiro é a maior da
    Baixada Maranhense, podendo receber aeronaves de médio porte. Após reformado, o
    aeroporto terá sinalização adequada, além de toda a infraestrutura necessária
    para ser um terminal de passageiros regional para o pouso, principalmente de
    voos noturnos.“É muito importante que a região da Baixada tenha acesso,
    independentemente de São Luís. Só isto garantirá o nosso desenvolvimento”,
    avaliou o prefeito de Pinheiro, Filuca Mendes (PMDB).

    Foto, Wayne Pinheirnho(ASCOM )

    Programa – O ministro Gastão Vieira reafirmou que os recursos para a reforma do
    aeroporto já estão garantidos. “O Aeroporto de Pinheiro está entre os 11
    aeroportos maranhenses beneficiados pelo Programa de Investimentos em Logística
    – Aeroportos, do Governo Federal, por meio do qual o Ministério do Turismo
    destinou R$ 270 milhões para o Maranhão.
    Foto, Wayne Pinheirnho (ASCOM)

    Também em Pinheiro será construído um Centro de Visitação da Baixada
    Maranhense. O projeto é da Secretaria de Estado do Turismo e Recursos Naturais
    (Sema) e a ordem de serviço será assinada ainda este ano. “A construção do
    centro está em fase de licitação e a ordem de serviço será assinada no segundo
    semestre do ano. O centro será uma unidade de pesquisa da fauna e flora locais
    e de fomento ao turismo na região. Sabemos que a Baixada tem um potencial grande
    a ser explorado, mas não podemos perder de vista a importância da preservação
    ambiental, que vai garantir as características únicas dos nossos polos
    turísticos”, disse Victor Mendes.

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!