Logo
  • Plano de Flávio Dino para 2014 está indo por água baixo

    O PCdoB e o ex-deputado federal Flávio Dino
    montaram nestas eleições um esquema com vistas ao pleito de 2014.

    Pelo esquema, Dino deixaria de ser candidato
    a prefeito de São Luís –  que considera menor ao seu projeto de poder – e
    usaria palanques de aliados para fazer campanha antecipada para as eleições de
    2014.

    Foi assim que construiu em São Luís,
    Imperatriz e outros municípios, candidaturas que serviam perfeitamente aos seus
    interesses – gente sem lastro, com perfil de submissão às suas idéias e absolutamente
    atrelada ao próprio Dino.
    Só faltou combinar com o eleitor.

    Em São Luís, o candidato inventado por Flávio
    é o deputado federal Edivaldo Holanda (PTC), que não conseguiu – pelo menos até
    agora – conquistar a confiança do eleitor. Em Imperatriz, o nome dinista é o
    deputado estadual Carlinhos Amorim (PDT), que despenca pesquisa após pesquisa.

    O comunista apoia outros candidatos – em
    Timon e Caxias, por exemplo; mas nestes municípios, os candidatos já são fortes
    por si só, independentemente do apoio ou não do líder do PCdoB.

    Em Timon, Luciano Leitoa (PSB) é fruto de um
    grupo que disputa o poder no município há pelo menos duas décadas. Em Caxias,
    Leonardo Coutinho (PSB) tem o apoio de ninguém menos que Humberto Coutnho
    (PDT), um dos principais líderes regionais.
    Além disso, a vitória dos dois não significa
    atrelamento automático ao projeto do PCdoB em 2014.

    Os Coutinho já deixaram claro que há condição
    para o apoio a Dino. Em Timon, os Leitoa têm independência suficiente para
    decidir só em 2014 o que farão em 2014.

    O esquema dinista deve ser derrotado também
    em São José de Ribamar, Balsas, Pinheiro, Codó, Barra do Corda, Santa Inês e
    vários outros municípios de grande e médio porte.

    Se pretendeu antecipar as eleições usando
    palanques de candidatos a prefeito, Flávio Dino começa a experimentar mais um
    fracasso de suas estratégias.
    Que poderá se consolidar em 2014…

    fonte:blog do Marco Aurélio D’Eça

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!