Logo
  • Polêmica da CAEMA! Murad contesta capacidade da Prefeitura de SLZ e acusa José Reinaldo ter sucateado a estatal

    O Secretário de Estado da Saúde, Ricardo
    Murad, contestou, ontem, a capacidade da Prefeitura de São Luís para
    assumir a exploração dos serviços de abastecimento de água potável e
    esgotamento sanitário, atualmente a cargo da Companhia de Saneamento
    Ambiental (Caema).
    Segundo informou o blog no sábado à
    noite (reveja), Castelo assinou decreto nomeando comissão técnica – da
    qual até José Reinaldo (PSB) faz parte – para analisar os termos da
    concessão e identificar o que avalia como “graves problemas causados ao
    cidadão”.
    “A Prefeitura não pode ficar omissa
    diante de um problema tão grave que afeta diretamente o povo”, disse
    Castelo. “Venho acompanhando esse assunto com muito critério desde o
    início da minha gestão, inclusive com formação de grupos de estudo em
    busca de solução para o problema”, justificou.
    Em contato com o titular do blog via
    mensagem, Murad detalhou os investimentos do Governo do Estado na
    Companhia – que chegam às casa dos R$ 500 milhões – e questionou: “Que
    prefeitura tem suporte pra isso?”.
    “Castelo só faz bravatas, não tem
    condições de continuar à frente da prefeitura. São Luís precisa de um
    prefeito parceiro do governo estadual, alinhado com o governo federal e
    disposto a fazer uma nova prefeitura sem os vícios das últimas
    administrações”, disse.
    Veja abaixo o que diz o secretário:
    “Em três anos os profissionais da
    Caema, com o apoio integral do Governo do Estado e da Secretaria de
    Saúde, conseguiram sanear a empresa, sucateada por Zé Reinaldo, e
    viabilizar os projetos executivos para as obras de esgotamento sanitário
    e abastecimento de água que vai regularizar de uma vez por todas esses
    dois graves problemas.
    Na quinta feira próxima passada [dia
    19 de julho] assinamos ordens de serviços para 03 lotes de obras de
    esgoto no valor de R$ 120 milhões. Em agosto vamos lançar a licitação
    para o segundo lote no valor de R$ 252 milhões. Dentro de poucos dias
    vamos lançar o programa de obras na área da água com investimentos de
    mais de R$150 milhões.
    Que prefeitura tem suporte pra isso?
    Além do mais, a água que abastece
    São Luís vem do Rio Itapecuru, distante 55 km de São Luís, e é do
    Estado. Castelo só faz bravatas, não tem condições de continuar à frente
    da prefeitura. São Luís precisa de um prefeito parceiro do governo
    estadual, alinhado com o governo federal e disposto a fazer uma nova
    prefeitura sem os vícios das últimas administrações”.
    fonte: blog do gilberto leda

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!