Logo
  • Prefeito Edson Chagas rebate acusações e fará representação contra o vereador Orlando.

    Prefeito Edson (PMDB)
    O Prefeito de Presidente Sarney, Edson Bispo
    Chagas (PMDB), esclareceu as acusações feitas pelo deputado Otelino Neto (PPS),
    na tribuna da Assembleia Legislativa do Estado no ultimo dia (15). A denuncia
    foi encaminhado pelo vereador José Orlando Silva (PPS), desafeto do prefeito no
    Município.
    O Vereador, Orlando, denuncia ao Ministério Público Federal que
    o prefeito de Presidente Sarney, Edson Chagas, confessou, por meio de um
    projeto de Lei enviado à Câmara, que reteve o INSS dos servidores municipais e
    não repassou à Previdência.
    Disse o prefeito Edson, que de 1997 até 31 de Dezembro de 2008,
    as Previdências patronais, não foram recolhidas, isto é (INSS, FGTS, e PASEP).
    Todas as obrigações sociais passaram a ser recolhidas, a partir de janeiro de
    2009.
    Conta o prefeito que a partir dessa data, todos os débitos
    existentes foram parcelados. Afirma o prefeito Edson, que foi criado no
    município pela gestão anterior ao seu mandato, o RPPS (Instituto Privado),
    simplesmente com o intuito de lesar o servidor do município. Terreno que nunca
    existiu, e Sede do Instituto, foi adquirida também com as finanças arrecadadas.
    Segundo o prefeito a tal Sede do Instituto nunca existiu no Município.
    Desde que assumi o mandato, venho pagando débitos, contraídos
    pela gestão anterior, hoje o município de Pres. Sarney, caminha a paços largos,
    caso não o fizesse, estaríamos impossibilitados, de buscar, convênios em
    beneficio da População carente da nossa cidade. Disse o Prefeito.

    O prefeito atribui o descontentamento do vereador Orlando, em
    tentar afirmar mentiras infundadas, pelo fato, do vereador hoje correr sérios
    riscos de perder o mandato. Edson representará contra o vereador, pelas
    acusações levianas feitas, ao executivo municipal. Afirmou.

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!