Logo
  • Prefeito João Felipe (PT) dificulta transição em Peri Mirim.

    João Felipe (PT) atual prefeito de Peri Mirim.

    João Felipe (PT) atual prefeito de Peri Mirim.

    A equipe de transição do prefeito eleito da cidade de Peri Mirim, Dr. Geraldo Amorim (PMDB), encontra resistência para fazer a transição de governo, prevista em lei, e que facilita a vida do gestor no início do próximo ano. O atual chefe do Executivo, o prefeito, João Felipe (PT) que desistiu da candidatura mais apoiou à candidatura do seu atual vice, foi derrotado nas urnas e não demonstra disposição em fazer uma transição transparente e efetiva.

    A transição de governo nos municípios é prevista por lei municipal. Entre as principais informações e documentos que costumam ser requeridos para que o prefeito eleito possa inteirar-se da situação do município estão um relatório de execução orçamentária atualizado; receitas e despesas auferidas no exercício; obrigações financeiras devidas pelo município nos próximos 12 meses; e relação contendo quantidade de servidores por secretarias, além da quantidade de funcionários inativos. As informações financeiras são fundamentais para que o próximo prefeito possa traçar o planejamento para o município.

    Em Peri Mirim, a equipe do prefeito eleito Geraldo Amorim (PMDB) que é comandada pelo vereador, Jean Reis, afirma ter encontrado dificuldades em obter documentos e informações sobre a Administração do atual prefeito João Felipe (PT). De acordo com o chefe da equipe do prefeito eleito, Dr. Geraldo, o prefeito João Felipe chegou a apresentar a equipe de transição da gestão que está findando mas quer que os trabalhos inicie só a partir do dia 10 de dezembro.

    Vereador Jean Reis, chefe da equipe de transição do prefeito eleito, Dr. Geraldo Amorim.

    Vereador Jean Reis, chefe da equipe de transição do prefeito eleito, Dr. Geraldo Amorim.

    O vereador Jean Reis, garante que o atual prefeito tenta ganhar tempo e maquiar informações já que o ano letivo se encerra no dia 30 de novembro, são muitas as denúncias de irregularidades, afirma Jean  e  adiantou algumas.

    Na educação: uma pequena escola localizada no povoado Conceição, recebeu 120. 000,00 (cento e vinte mil reais) do PDDE e grande parte desse recurso foi desviado.

    Na saúde: Felipe teria comprado 800 comprimidos para prevenir infarto do miocárdio, os remédios nunca chegaram no município.

    Na infraestrutura: um contrato de 600.000 (seiscentos mil reais) de peças, grande parte desses veículos estão parados na garagem, mas são relacionados com o se rodassem e consumissem a mercadoria comprada.

    Apesar da não colaboração do prefeito, João Felipe, na transição de governo, o futuro prefeito de Peri Mirim, Dr. Geraldo, juntamente com sua equipe tem traçado planejamento para o início da sua gestão definindo alguns metas.  A maior preocupação é a situação financeira do município.

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!