Logo
  • Prefeito Luciano Genésio lamenta morte do cantor Doegnes e decreta luto oficial de 3 dias pelo seu falecimento

    Doegnes é filho do saudoso Zé Macaco, um dos ícones da cultura do tambor de crioula do interior do Maranhão. Criado em uma família de 7 irmãos, foi muito jovem introduzido no meio musical através dos ritmos embalados pelo tambor de crioula. Desde então não parou mais, participou de jograis e corais das escolas, shows de calouros em festivais e quermesses e ainda jovem iniciou sua carreira como cantor profissional, como integrante de bandas como a Miragem, participou de grupos musicais da região, chegou a receber propostas de fora do Estado, mas decidiu ficar perto da família.

    Foi jogador de futebol, mas sua verdadeira paixão era a música. Doegnes fez diversas composições que em sua voz contaram histórias sobre as belezas e riquezas de nossa querida Pinheiro, com destaque para o rio Pericumã.

    Ele foi um ícone da cultura popular pinheirense. O seu falecimento deixará para sempre um sentimento de falta nos palcos do carnaval da Princesa da Baixada. Babado da folia, o pinicão e o palco principal do circuito carnavalesco de Pinheiro não serão mais os mesmos.

    O prefeito Luciano lamentou a morte prematura do artista e decretou luto oficial de 3 dias no município, pelo falecimento do cantor.

    “Infelizmente perdemos mais um para a covid-19, infelizmente mais uma família chora pela partida de seu ente querido. Doegnes era um amigo, sempre alegre, tinha uma energia contagiante. Quando subia nos palcos brilhava e encantava. Lamento profundamente essa perda, e desejo que Deus dê o conforto e consolação necessária a família”, disse Luciano.

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!